iFood hackeado? Saiba se há risco para o cartão de crédito e outros dados cadastrados

tecnologia
03.11.2021, 16:35:00
(Fábio Vieira/FotoRua)

iFood hackeado? Saiba se há risco para o cartão de crédito e outros dados cadastrados

Empresa de entregas se pronunciou sobre problemas que afetaram o aplicativo nessa terça-feira (2)

Se você usa o iFood ou não para pedir alimentos e bebidas, já deve estar sabendo que nessa terça-feira (2), restaurantes tiveram nomes trocados por termos pejorativos, mensagens negacionistas e ataques políticos. Na internet, os usuários logo relacionaram o problema com um ataque hacker, caso que teria sido ocasionado por um invasor. Na verdade, não foi o caso, de acordo com o próprio iFood, mas muita gente ficou em dúvida sobre a segurança dos dados cadastrais e de cartões de crédito salvos na plataforma.

Segundo explicação do próprio iFood, "o incidente foi causado por meio da conta de um funcionário de uma empresa prestadora de serviço de atendimento que tinha permissão para ajustar informações cadastrais dos restaurantes na plataforma". A ação, ainda conforme a empresa, foi feita de forma indevida, e o acesso da prestadora interrompido.

Como se tratou de um problema interno, o iFood também esclareceu que os dados de meios de pagamento "não são armazenados nos bancos de dados do iFood", ficando gravados apenas nos dispositivos dos próprios usuários, "não tendo havido comprometimento de dados de cartões de crédito".

Ainda segundo a empresa, não houve qualquer indício de vazamento da base de dados pessoais de clientes ou entregadores cadastrados na plataforma.

Para quem ainda assim não se sente seguro, é possível excluir a conta no iFood pelo aplicativo para celulares Android e iPhone (iOS) na seção "ajuda" do app. Segundo o iFood, os dados do usuário são deletados do serviço em até 45 dias após sinalizar que deseja apagar definitivamente a conta.

Outra opção é simplesmente atualizar as informações de pagamento cadastradas. Basta acessar a seção de pagamentos do aplicativo, selecionar o cartão cadastrado e clicar no ícone de uma lixeira.

Originalmente publicada no JC Online

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas