Ilê Aiyê recebe seletiva de modelos do Afro Fashion Day nesta quinta (12)

entretenimento
11.09.2019, 13:35:08
Atualizado: 11.09.2019, 13:43:59
Seletiva do Malê Debalê, na semana passada, bateu recorde de inscrições (Florian Boccia/Estúdio Correio)

Ilê Aiyê recebe seletiva de modelos do Afro Fashion Day nesta quinta (12)

Jovens de 13 a 24 anos podem concorrer a uma vaga no desfile

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Chegou a vez do Ilê Aiyê receber a seletiva de modelos para o Afro Fashion Day. Será nesta quinta-feira (12), na Senzala do Barro Preto, sede do bloco no Curuzu. Pelo 3º ano consecutivo, o jornal CORREIO realiza seletivas abertas na busca de jovens negros que tenham o desejo de pisar na passarela do desfile de moda baiana, em novembro.

Para participar é necessário realizar uma inscrição prévia, e gratuita, através do link bit.ly/afdseletivas2019. Está liberada a presença de qualquer jovem negro(a), com idade entre 13 e 24 anos, que more em Salvador ou na Região Metropolitana.

No dia da seleção, uma comissão formada por membros do CORREIO e do Ilê estarão presentes para caçar futuros talentos da moda. São eles Fagner Bispo - curador do evento, Dete Lima - diretora e estilista do Ilê Aiyê, e os estilistas do Afro Vander Charles, da marca Black Atitude, e João Damapejú.

“A parceria que estabelecemos é muito importante, precisamos celebrar a existência de ações como essa, pois mostram que a luta negra tem rendido frutos. Pra mim, que já trabalho com moda, é muito gratificante ver tantos artistas e jovens pretos construindo juntos, me orgulha demais”, revela Dete Lima.

Para saber mais sobre o Afro Fashion Day acesse o canal; ou www.ileaiyeoficial.com para mais informações sobre ações e história do bloco Ilê.

Sobre o Ilê
Nascido no Curuzu, bairro com maior população negra do Brasil, o Ilê Aiyê já passou por muito em seus 45 anos de história. Desde o pioneirismo na homenagem à cultura africana no Carnaval de Salvador dos anos 70 até apresentações fora do país, tudo no bloco é feito com o objetivo de celebrar e trazer orgulho para a cultura negra e africana.

Em sua trajetória, o Ilê Aiyê, cujo nome significa “O Mundo” ou “Terra da Vida”, tem feito diversos projetos que ensinam, debatem e ressignificam a cultura negra no Brasil. Desde a Escola de Mãe Hilda, que proporciona a crianças um melhor ensino da história africana até o Novembro Azeviche - evento anual com intervenções culturais para se discutir o mês que comemora a consciência negra.

Para esse ano, o bloco se alia a outro projeto já existente: o Afro Fashion Day. Criado em 2015 pelo Jornal Correio, o desfile de moda chega à sua 5ª edição tendo como temática a grandeza dos Blocos Afro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas