Índios Korubo pela lente de Sebastião Salgado

entretenimento
12.03.2018, 11:00:00
Atualizado: 12.03.2018, 11:46:23

Índios Korubo pela lente de Sebastião Salgado

A mostra Índios Korubo: Vale do Javari abre hoje (12), na Reitoria da Ufba, dentro do Fórum Social Mundial

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

 Fórum Social Mundial começa terça (13) e segue até sábado (17) com uma programação intensa na cidade, que inclui várias expressões artísticas. A fotografia, por exemplo, ganha destaque com a exposição  Índios Korubo: Vale do Javari, do renomado fotógrafo  Sebastião Salgado.

O projeto é resultado do contato do artista mineiro com o povo Korubo, do Vale do Javari, Amazônia. Os Korubos não falam português, em sua maioria, e são conhecidos como violentos, por usarem bordunas, ao invés de arco e flecha. Eles estão ameaçados pela exploração clandestina das riquezas de seu território.

 O trabalho de Salgado é uma continuidade de Gênesis - um de seus projetos mais aclamados - que inclui fotos dos índios Zo’és, do Pará, e de outras etnias. A série de reportagens fotográficas faz parte de um projeto maior, Amazônia, classificado por Salgado como seu “último projeto”, já que ele pretende revisitar e reeditar seus antigos acervos.

Com o lema Resistir é Criar, Resistir é Transformar, o Fórum terá os povos indígenas como um dos seus eixos temáticos, contando com mesas de debate e mostras artísticas ao longo de sua programação. Várias lideranças indígenas estarão em Salvador.

Serviço -  Reitoria da Ufba (Canela). Abertura hoje (12), às 17h. Gratuito.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas