Indústria baiana ganha fôlego e cresce 11,6% no mês de junho

economia
10.08.2018, 06:58:01
Atualizado: 10.08.2018, 07:00:14

Indústria baiana ganha fôlego e cresce 11,6% no mês de junho

Na comparação com igual período do ano passado, a alta foi de 9%

Depois de sofrer uma queda de quase 15% em  maio, por conta da greve dos caminhoneiros, a indústria baiana respirou em junho. A produção do setor registrou um crescimento de 11,6% frente ao mês anterior. Na comparação com igual período do ano passado, a alta foi de 9% - o quarto maior crescimento entre as 15 áreas pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e bem acima da média nacional (3,5%).

De acordo com os dados da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF) Regional, divulgados ontem pelo IBGE, com o resultado de junho a produção industrial baiana fechou o primeiro semestre do ano com uma variação positiva  de 0,4%, bem abaixo do desempenho nacional (2,3%) e o segundo menor crescimento entre os locais analisados. 

O crescimento de 9% na produção industrial da Bahia em junho passado, na comparação com junho de 2017, foi resultado de desempenhos positivos na indústria extrativa (0,7%) e, sobretudo, na indústria de transformação (9,5%). 

O grande destaque do mês foi o setor de  fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias, que avançou 89,8%, com forte influência da produção de automóveis. 

A atividade havia sofrido um importante recuo em maio (-33,7%), mas retomou, em junho, a trajetória de crescimentos seguidos iniciada em julho do ano passado  e já acumula em 2018 um crescimento de 22,1%.

A segunda influência mais importante para o desempenho da indústria baiana em junho passado veio do setor de metalurgia (44,6%). 

Outra atividade que teve forte crescimento - ainda que pese pouco na estrutura industrial da Bahia - foi a fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e outros (122,3%).

Por outro lado, com recuos importantes em junho, aparecem  a fabricação de outros produtos químicos (-15,5%) e a preparação de couros e fabricação de artefatos de couro, artigos para viagem e calçados (-13%) foram as principais influências negativas na produção industrial da Bahia.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/extremamente-arrependidos-diz-defesa-do-casal-que-agrediu-baiano-de-6-anos-no-df/
Advogado Rafael Pitzer informou que clientes receberam ameaças de morte
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-a-historia-de-joao-gabriel-goleiro-do-vitoria-ate-2021/
Cria da base, sergipano deixou a Toca em 2012; de volta, reencontrou ex-treinador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/empresario-baiano-acusado-de-sonegacao-milionaria-e-preso-no-rio/
Dívida de dono da antiga Sandpiper é de quase R$ 4 milhões
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/duda-beat-apresenta-sua-sofrencia-pop-pela-primeira-vez-em-salvador/
A pernambucana foi considerada a artista revelação do ano pela APCA
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mae-defende-mulher-que-agrediu-menino-baiano-no-afa-do-momento/
Ela usa como justificativa, ainda, que a criança teria xingado sua filha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/alunos-da-ufba-apresentam-purificador-de-agua-que-usa-luz-solar-para-investidores/
Projeto Aqualuz é um dos destaques de evento na USP, nesta sexta (14)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/casal-baiano-e-condenado-nos-eua-por-participar-de-sequestro-do-neto/
Carlos e Jemima Guimarães pegaram penas consideradas brandas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-da-para-acreditar-diz-mae-de-crianca-baiana-agredida-por-adultos-em-brasilia/
Vídeo mostra momento em que o pai segura o menino para que o filho bata  
Ler Mais