Ingressos para final da Liga dos Campeões custam até R$ 3,4 mil

esportes
06.05.2022, 18:46:00
Título da Liga dos Campeões será disputado entre Liverpool e Real Madrid (Mikolaj Barbanell/Shutterstock.com)

Ingressos para final da Liga dos Campeões custam até R$ 3,4 mil

Decisão será disputada entre Liverpool e Real Madrid em Paris

O Liverpool e o Real Madrid vão disputar o cobiçado título da Liga dos Campeões no próximo dia 28, em Paris. E quem quiser ver a final no Stade de France pode ter que desembolsar até R$ 3,4 mil. Esse é o valor máximo dos ingressos da partida, que marca o terceiro encontro dos dois times na decisão da Champions.

A venda das entradas começou na última quinta-feira (5). Ao todo, a Uefa disponibilizou 20 mil bilhetes para cada equipe, com os preços entre 70 e 690 euros (de R$ 350 até R$ 3,4 mil, na cotação atual).

Do total de ingressos comercializados, 15.600 são para as categorias 3 e 4, que correspondem aos setores atrás dos gols - e, tradicionalmente, reservados para as torcidas dos clubes finalistas. As demais serão para as categorias 1 e 2.

A Uefa também anunciou uma mudança nos bilhetes mais baratos. Até a temporada passada, a entidade disponibilizava, de forma gratuita, 5 mil ingressos das categorias 3 e 4 para cada time. Já para o jogo decisivo entre Liverpool e Real Madrid, alguns desses bilhetes terão descontos.

Com isso, os ingressos da categoria 3 poderão custar 150 euros (R$ 795), e não 180 euros. Os da categoria 4 podem passar de 70 euros (R$ 371) para 60 euros (R$ 318). De acordo com a Uefa, esse desconto vai representar o mesmo valor das 5 mil entradas gratuitas.

A capacidade do Stade de France é de 75 mil torcedores. Dos 35 mil ingressos restantes, 12 mil serão destinados para o público em geral, e os outros 23 mil vão ser distribuídos para convidados e patrocinadores da Uefa.

Essa será a terceira vez que Liverpool e Real Madrid se enfrentam em uma decisão da Champions. Em 1981, também em Paris, os ingleses se deram melhor e venceram por 1x0, gol de Alan Kennedy, aos 37 minutos do segundo tempo.

A vingança espanhola veio em 2018, em Kiev. Uma dobradinha de Gareth Bale garantiu o placar por 3x1 e o 13ª título do Real Madrid na competição. Antes, Benzema havia aberto o placar, e Mané empatado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas