Inovador: PSG usa criptomoedas para pagar parte das luvas a Messi

esportes
12.08.2021, 19:14:00
Atualizado: 12.08.2021, 19:55:27
Messi no primeiro treino no Paris Saint-Germain (C. Gavelle/PSG)

Inovador: PSG usa criptomoedas para pagar parte das luvas a Messi

Argentino receberá fan tokens do clube francês como parte da negociação

O Paris Saint-Germain anunciou nesta quinta-feira (12) que utilizou criptomoedas para concluir a contratação de Lionel Messi. De acordo com o clube francês, o jogador argentino recebeu '$PSG Fan Tokens' como parte do pagamento das "luvas" pela assinatura do contrato.

O time não revelou qual foi o percentual do valor pago na moeda virtual, nem a quantia total envolvida na negociação com o astro.

'Fan tokens' é um tipo de criptomoeda que permite ao detentor votar em pequenas decisões relacionadas ao clube, como escolher detalhes no vestiário e mandar mensagens motivacionais aos jogadores, além de receber vídeos exclusivos dos atletas. Essa moeda pode ser negociada em bolsa e varia de preço.

"Essa iniciativa posiciona ainda mais o Paris Saint-Germain como uma das marcas esportivas mais inovadoras e vanguardistas do mundo", disse o clube, em nota. Segundo o PSG, este formato aproxima os torcedores mais jovens. "Criamos um vínculo imediato entre o jogador e milhões de fãs ao redor do mundo".

"O furor em torno das últimas contratações na movimentada janela de transferência de verão do clube criou um enorme aumento de interesse em "$PSG Fan Tokens", com volumes de negociação superiores a US$ 1,2 bilhão nos dias anteriores à chegada de Messi", informou o time de Paris.

Para entrar neste mercado, o PSG fez uma parceria, ainda em 2018, com a empresa Socios.com, tornando-se o primeiro clube a tomar esta iniciativa. Desde janeiro de 2020, foram emitidos cerca de 20 milhões de tokens para torcedores.

Lionel Messi acertou com o Paris Saint-Germain até 2023, com opção de extensão por mais uma temporada. De acordo com a imprensa europeia, ele receberá 35 milhões de euros por ano.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas