Internado no Rio com covid-19, técnico Renan Dal Zotto é intubado

esportes
19.04.2021, 16:20:00
Renan Dal Zotto é o técnico da seleção masculina de vôlei (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Internado no Rio com covid-19, técnico Renan Dal Zotto é intubado

Treinador da seleção masculina de vôlei passa pelo procedimento com objetivo de melhorar o nível de saturação de oxigênio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O técnico Renan Dal Zotto, da seleção brasileira masculina de vôlei, precisou ser intubado nesta segunda-feira (19) por complicações da covid-19. Internado desde a última sexta (16) em um hospital no Rio de Janeiro, o treinador teve de passar pelo procedimento para manter o nível de saturação de oxigênio mais alta, de acordo com informações divulgadas pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

"A expectativa é que o treinador permaneça neste estado de 48h a 72h para depois iniciar a retirada do respirador mecânico", informou a entidade em um comunicado oficial.

O treinador e ex-jogador da seleção brasileira testou positivo para o novo coronavírus na última terça-feira (13). Em isolamento, ele apresentava sintomas leves. Na sexta (16), porém, ele apresentou piora do quadro e precisou ser internado, no Rio de Janeiro, com baixa saturação de oxigênio no sangue.

Também na capital fluminense está internado, no Centro de Terapia Intensiva, Radamés Lattari, vice-presidente da CBV. Ele foi extubado nesta segunda-feira (19). "Ele segue com boa evolução clínica. Nesta segunda-feira, se encontra já sentado fora do leito, com oxigênio suplementar e em tratamento de pneumonia e trombose venosa", completou a entidade.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas