Internet: o futuro inteligente das relações de consumo

Dodoo
09.10.2018, 06:00:00
(Foto: Shutterstock)
Conteúdo Patrocinado -

Internet: o futuro inteligente das relações de consumo

O consumidor está cada vez mais conectado e exigente e as empresas precisam entender as mudanças, encontrar soluções e plataformas para a nova forma de se fazer marketing

As vendas e o relacionamento com os clientes por meio das tecnologias de comunicação digital reconfiguraram as relações de consumo. Nos últimos anos, a partir da internet cada vez mais rápida e dos smartphones em um cenário em que a vida é cada vez mais corrida, se verificou um estreitamento do limite entre loja física e loja online, demandando um atendimento multicanal – o omni-channel.

Atualmente, o consumidor pode tanto conhecer quanto comprar o produto na loja física ou na loja virtual, de acordo com sua conveniência. Um canal não exclui o outro. Pelo contrário, os canais de contato e venda potencializam a relação do consumidor com a marca que oferta determinado bem ou serviço.

Nesse cenário, o Jornal Correio lançou o Dodoo, a plataforma interativa com sistema integrado de negociações online, que conecta quem quer comprar com quem quer vender e segue a tendência mundial de omni-channel, aumentando o potencial de vendas dos fornecedores cadastrados.

“O que você quer encontrar, encontra você”, esse é o conceito inovador e pioneiro do Dodoo. O primeiro “encontrador” do mercado permite negociações personalizadas para cada necessidade, em tempo real. A utilização é gratuita para consumidores e fornecedores de produtos e serviços.

A plataforma parte da premissa de que somente o consumidor sabe o momento exato em que deseja ser contactado, devolvendo a ele o poder nas relações de consumo e o protegendo do excesso de publicidade digital. Atualmente, essa publicidade se mistura às postagens pessoais nas redes sociais e nas buscas na internet.

Cada coisa no seu lugar: social e comercial

O Dodoo organiza a web para o consumidor e permite que cada um busque e encontre apenas o que precisa, sem ter que atravessar uma camada de publicidade que pode não estar necessariamente direcionada para o perfil de consumo dele naquele momento.

É uma nova era nas relações de consumo porque devolve o poder ao consumidor, que busca o que precisa, encontra e fecha negócios nos seus próprios termos e no seu tempo. Sem pressão para consumo e sem misturar negócios com lazer de uma forma invasiva, como tem ocorrido nas redes sociais, que buscam cada vez mais formas de capitalizar os seus serviços.

O “encontrador” atende a desejos de consumo de forma personalizada. Isso é possível porque o Dodoo consegue conectar consumidores e fornecedores através de um sistema de busca e de mensagens instantâneas, que permite desde realizar cotações simultâneas em tempo real até fechar negócios. Dessa forma, minimiza para seus usuários o excesso de informação, a invasão de privacidade e a falta de atenção na web.

Vantagens para fornecedores de produtos e serviços

Para o fornecedor, o Dodoo é uma excelente ferramenta de marketing, porque atua de forma orgânica, sem forçar produtos e serviços ao consumidor. Além de prático, é também democrático, especialmente para empresas de pequeno e médio porte, que podem ter a mesma visibilidade que grandes atacados e redes de varejo.

O fornecedor, ao se inscrever, recebe automática e gratuitamente uma página de negócios com endereço web personalizado, onde pode divulgar o seu negócio e medir o impacto de sua presença digital, através de métricas de fácil compreensão. Pode, também dentro do Dodoo, realizar campanhas direcionadas e contextuais para maior destaque na plataforma.

É o marketplace ideal do mundo moderno, para consumidores sem tempo de ir a muitos lugares e fornecedores que almejam potencializar o atendimento da forma mais humanizada possível. Não é e-commerce, é um passo além disto, visto que complementa os canais de acesso de qualquer negócio.

O que você quer encontrar, encontra você

Dodoo é guiado pelo conceito de um mercado muito mais inteligente, pois parte da premissa de que somente o consumidor sabe o momento exato em que deve ser abordado. Isso só é possível porque a sociedade está cada vez mais conectada. As interações pessoais ficam agora com as redes sociais tradicionais e as relações de consumo ganham finalmente uma plataforma única, que se propõe a organizar a web, fazendo essa separação entre o comercial e o social.


Relacionadas
Correio.play
Em Salvador, organizadores estimaram a participação de 50 mil pessoas
Ler Mais
Incêndio ainda não é considerado extinto; nova avaliação será realizada neste domingo (20)
Ler Mais
Primo confessou que matou primo por dívidas de droga; caso aconteceu em Vitória da Conquista
Ler Mais
Divisão surge neste sábado após a aceitação inicial do presidente dos EUA da resposta da Arábia Saudita
Ler Mais
O trabalho de parto teve momentos publicados no Insta Stories; o marido, o ator Arthur Aguiar acompanhou tudo de perto
Ler Mais
Sete pessoas foram presas (seis delas policiais) e R$ 15 milhões em dinheiro foram apreendidos, com parte do montante podendo ser de notas falsas
Ler Mais
Artista e ativista, de 80 anos, recebeu homenagem em Festival Lumière, na França
Ler Mais
Rubro-negro terá retornos importantes,além de poder contar com Rodrigo Andrade, que era dúvida e está recuperado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jorge-portugal-da-dicas-para-prova-de-redacao-do-enem-assista/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/suspeita-de-mortes-em-maragojipe-fala-sobre-relacao-com-pai-e-marido-das-vitimas/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pai-de-preso-da-lava-jato-e-autuado-por-trabalho-escravo-na-bahia/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/filme-legalize-ja-celebra-musica-e-amizade-de-marcelo-d2-com-skunk/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/afro-fashion-day-pelourinho-recebe-seletivas-de-modelos/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/passageira-relata-desespero-e-gritaria-em-aviao-atingido-por-raio/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/motorista-que-prendeu-perna-de-passageira-vai-responder-processo-administrativo/