Já viu? Série 3% estreia segunda temporada nesta sexta-feira (27)

entretenimento
27.04.2018, 09:06:00
Bianca Comparato e Vaneza Coelho estão de volta na série 3% (Foto: Pedro Saad/Netflix/Divulgação)

Já viu? Série 3% estreia segunda temporada nesta sexta-feira (27)

Polarização extrema marca os novos episódios da primeira produção brasileira da Netflix

Primeira produção brasileira no catálogo da Netflix, a série 3% estreia sua segunda temporada nesta sexta-feira (27). O público que acompanhou de perto o cruel e disputado processo seletivo da temporada anterior verá, nos novos episódios, um pouco mais sobre o desejado Continente e a paradisíaca comunidade do Maralto.

A polarização vai ficar ainda mais acirrada na série distópica que é sucesso nos EUA e que mostra um mundo dividido entre devastação e progresso. Os interesses opostos não vão se dar apenas entre as pessoas que vivem em realidades diferentes, mas o conflito também vai acontecer entre os integrantes do mesmo grupo social.

"Assim como na primeira temporada - que todo mundo se identificou com os processos seletivos e a validade, ou não, da meritocracia -, esta segunda temporada traz um tema bastante comum no Brasil: a polarização extrema", revela o autor da série, Pedro Aguilera, 29 anos. "Houve um acirramento dessas polarizações e é uma coisa que as pessoas vão se identificar", garante.

Tendo Bianca Comparato como protagonista, a série 3% inclui rebeldes como Joana (Vaneza Coelho) e Rafael (Marco Alvarez), que também fizeram parte da temporada anterior e agora formam o grupo que se autodenomina Causa.

Bianca Comparato protagoniza a série 3% (Foto: Pedro Saad/Netflix/Divulgação)

Também presente na temporada anterior, o ator baiano João Miguel intepreta Ezequiel, líder no Maralto que ganha uma inimiga: Marcela. A personagem da baiana Laila Garin, que acaba de entrar na história, é defensora ferrenha do Processo, acredita na intervenção militar e é capaz de matar.

A atriz Cynthia Senek, 27 anos, que interpretou Krica, em Malhação, também passa a fazer parte da trama na pele de Glória, moradora do Continente que, ao completar 20 anos, torna-se apta para participar do processo.

"A minha personagem vai trazer um empoderamento feminino muito grande, vai trazer a força da mulher e mostrar o quanto uma mulher pode ser guerreira e forte na hora de alcançar seus objetivos", comenta Cynthia. "A Glória é muito especial, tenho certeza que as pessoas vão se identificar", completa.

Sobre a nova temporada, Cynthia garante que "o público vai ter um baque" e "vai tomar um grande susto", ao ver uma história completamente transformada e nova. Corrupção é outro tema forte na trama e Cynthia tem certeza que vai dar o que falar. "O telespectador vai ficar muito dividido, muito dividido. Essa é a grande brincadeira!", garante.

Cynthia Senek, a Krica, em Malhação, interpreta Glória na série 3%
Cynthia Senek, a Krica, em Malhação, interpreta Glória na série 3% (Foto: Pedro Saad/Netflix/Divulgação)
Laila Garin interpreta Marcela, defensora ferrenha do Processo, acredita na intervenção militar e é capaz de matar
Laila Garin interpreta Marcela, defensora ferrenha do Processo, acredita na intervenção militar e é capaz de matar (Foto: Pedro Saad/Netflix/Divulgação)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas