Jesus marca e dá vitória ao City contra Chelsea; United perde

esportes
25.09.2021, 15:15:00
Atualizado: 25.09.2021, 15:18:18
Gabriel Jesus comemora gol marcado sobre o Chelsea (Foto: Divulgação/Manchester City)

Jesus marca e dá vitória ao City contra Chelsea; United perde

Brasileiro marcou o único gol da partida em Stanford Bridge

O sábado de futebol no Campeonato Inglês foi de sentimentos distintos para as equipes de Manchester. Com um gol de Gabriel Jesus, Pep Guardiola pôde comemorar a primeira vitória em quatro confrontos do seu City contra o Chelsea de Tomás Tuchel. Já o United de Cristiano Ronaldo desperdiçou enorme chance de retomar a liderança ao ser surpreendido pelo Aston Villa no Old Trafford Ambos duelos terminaram 1 a 0 para os visitantes.

Atual campeão inglês, o City foi até Stanford Bridge, em Londres, com sentimento de vingança. Guardiola queria acabar com a pequena freguesia diante de Tuchel, para quem havia perdido no Inglês, na Copa da Inglaterra e na decisão da Liga dos Campeões, sempre sem marcar ao menos um gol e neutralizado pela forte marcação do oponente.

Tuchel, mesmo em casa, tentou repetir a estratégia que sempre deu certo contra o rival. E ergueu a parede defensiva desde o início. Acabou sendo sufocado o tempo todo por um City ousado e mais ligado, e acabou castigado após o intervalo.

Gabriel Jesus dominou chute errado de um companheiro dentro da área, girou em velocidade e bateu no cantinho direito do goleiro Um leve desvio no marcador ainda ajudou o brasileiro a sair como herói.

CR7 PERDE A PRIMEIRA
No Old Trafford, o United teve a posse de bola e o domínio do campo. Mas não repetiu as boas atuações de rodadas anteriores, viu Cristiano Ronaldo pouco aparecer e, por consequência, pouco finalizou a gol.

Também com postura defensiva, apenas se arriscando não contragolpes, o Aston Villa acabou premiado já nos minutos finais. Depois de cobrança de escanteio aos 43 minutos, o zagueiro Hause apareceu na área para abrir o marcador de cabeça. Após 12 anos de jejum, os visitantes voltavam a ganhar no Old Trafford.

Mas Hause quase foi de herói a vilão nos acréscimos, ao cometer pênalti. Bruno Fernandes, companheiro de Cristiano Ronaldo na seleção portuguesa, assumiu a cobrança ao invés de deixar para o ídolo, apagado na partida. Ajeitou com carinho e bateu por cima do gol, para festa do Aston Villa que na história já perdido 37 vezes em Old Trafford. Ganhou somente a segunda e comemorou muito.

O Liverpool, sem jogar, manteve a liderança no saldo de gols. Tem os mesmos 13 pontos de City, agora o segundo, do United, que caiu para terceiro. e do Chelsea, em quarto.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas