Jesus vê finalistas em 'outro patamar' e exalta as duas equipes

esportes
20.12.2019, 13:32:00
Jorge Jesus concedeu entrevista coletiva em Doha na véspera da final do Mundial de Clubes (Foto: Karim Jaafar/AFP)

Jesus vê finalistas em 'outro patamar' e exalta as duas equipes

Flamengo e Liverpool se enfrentam no próximo sábado (21) às 14h30

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma final entre dois times que estão em "outro patamar". Foi assim que o técnico do Flamengo, Jorge Jesus, avaliou o confronto do próximo sábado (21) com o Liverpool, em Doha, que decidirá o campeão do Mundial de Clubes. 

O treinador português não economizou nos elogios ao comandante do adversário, o alemão Jürgen Klopp, e destacou o sucesso internacional que as equipes vêm alcançando.

"A comparação que podemos ter com o Flamengo é que o Flamengo vem de uma temporada de títulos. Os dois clubes estão recuperando o prestígio internacional. Como o Bruno (Henrique, atacante do Flamengo) diz, são duas equipes que estão em outro patamar", afirmou, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (20).

Ao avaliar o confronto tático com Klopp, Jesus apontou que o técnico do Liverpool conhece bem o seu estilo de jogo. E elogiou a estratégia ofensiva adotada pelo treinador do Liverpool, um 4-3-3 com dois pontas bem agudos, casos do egípcio Salah e do senegalês Mané.

"Klopp é um dos grandes treinadores do mundo. Sei que viu jogos meus em Portugal e consegue analisar essas particularidades. É um criador. O time dele joga em um 4-3-3 diferente. Ele é diferente", disse.

O comandante do Flamengo também destacou a sua preferência pelo jogo ofensivo, algo que tem implementado desde a sua chegada ao time e foi uma das marcas da conquista dos títulos da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro.

"Cada treinador tem a sua ideia. O que o Flamengo tem passado ao longo desses seis meses é uma ideia de olhar sempre para o gol, sempre para frente, para o espetáculo. Nós, europeus, somos formados não só para ganhar, mas para dar espetáculo", argumentou.

Com contrato até o meio de 2020, Jesus desconversou sobre a possibilidade de a conquista do Mundial levá-lo a voltar a trabalhar na Europa, apontando que já está em um dos principais clubes do planeta. E avaliou que o Flamengo possui potencial para elevar esse status.

"Já treinei os melhores clubes do mundo, não tenho dúvida nenhuma. No dia que se começa a ganhar como estamos ganhando, o Flamengo será talvez um dos três maiores clubes do mundo, não tenho dúvidas, e não está na Europa", avaliou Jesus.

Após derrotarem Al Hilal e Monterrey, respectivamente, Flamengo e Liverpool vão se enfrentar neste sábado (21), às 14h30 (horário de Brasília), na decisão do Mundial de Clubes. O jogo será disputado no Estádio Internacional Khalifa, em Doha.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas