João Luiz ganha 700 mil seguidores após desabafo

entretenimento
06.04.2021, 16:37:52
O professor de geografia João Luiz (reprodução)

João Luiz ganha 700 mil seguidores após desabafo

Veja o vídeo do momento em que o professor fala sobre comparação que Rodolffo fez sobre seu cabelo

João Luiz, participante do Big Brother Brasil 21, ganhou 700 mil seguidores após o Jogo da Discórdia da última segunda (5). Durante a dinâmica do reality show, o professor de Geografia expressou seu incômodo com o comentário racista do cantor Rodolffo. Dias antes, o artista havia comparado o cabelo de João à peruca de homem das cavernas usada por ele no castigo do monstro.

"Muita gente aqui pode não saber. Mas no sábado aconteceu uma situação no Quarto Cordel (...) Rodolffo chegou a fazer uma 'piada' comparando a peruca do monstro da pré-História com meu cabelo. Isso para mim tocou num ponto específico. Porque o jogo pode ser, sim, de coisas que a gente vive aqui dentro. Mas este também tem que ser um jogo de respeito. Eu te daria mais quatro flechas daquela", desabafou o participante.

Em seguida, Tiago Leifert perguntou se Rodolffo queria se manifestar. E o cantor só confirmou a fala anterior: "Se todo mundo observou como era a peruca do monstro, acredito eu que é um pouco semelhante”.

Nas redes sociais, dezenas de artistas e influenciadores manifestaram apoio a João Luiz, entre eles Felipe Neto, Lucy Ramos e Paula Lima. Thelma, vencedora do "Big Brother Brasil" 20, compartilhou uma foto do perfil do participante do programa pedindo para que seus seguidores acompanhassem a página.

Em menos de 12 horas, o participante ganhou mais de 700 mil seguidores. Desde o dia 26 de março, o participante já subiu em 1,4 milhões seu número de seguidores no Instagram. O geógrafo entrou no BBB21 com menos de 10 mil fãs na rede social.





***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas