Jogador do Guarani quase chega às vias de fato com torcedor; veja

esportes
17.07.2019, 16:20:14
Atualizado: 17.07.2019, 17:23:26
(Foto: Reprodução)

Jogador do Guarani quase chega às vias de fato com torcedor; veja

Segurança do clube precisou intervir

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O clima esquentou na tarde desta terça-feira (16). O zagueiro Ferreira, do Guarani, discutiu feio com torcedores bugrinos e precisou ser contido por um segurança do clube.

A torcida do clube foi até o estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), para protestar contra a má fase da equipe, que atualmente está na 18ª posição da Série B.

O clima esquentou de verdade quando Ferreira começou a discutir com um torcedor. No começo do diálogo, o atleta diz que "jogou todos os jogos" e que "se mata por essa camisa". Ao ouvir a negativa do torcedor para a segunda afirmação, a conversa começou a esquentar. "Não é justo, não é justo", rebateu o jogador.

Em um segundo momento, Ferreira já aparece contido por um segurança do clube, que precisou tirar o zagueiro da confusão para evitar algo mais grave.

Ferreira treinou normalmente nesta quarta-feira e, em nota enviada pelo clube ao UOL, foi dito que o assunto será resolvido internamente. O Guarani volta a campo no sábado (20), quando visita o quinto colocado Botafogo-SP em Ribeirão Preto, às 19h (de Brasília), pela décima rodada da Série B.

Veja abaixo o momento da discussão:

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas