Jolivaldo Freitas: a vaquejada foi pro brejo

artigo
19.10.2016, 05:35:00

Jolivaldo Freitas: a vaquejada foi pro brejo

Em 19 de setembro de 1836 o então ministro português (liberal, setembrista, advogado, professor) Manuel da Silva Passos publicou o decreto: “Considerando que as corridas de touros são um divertimento bárbaro e impróprio de nações civilizadas, bem assim que semelhantes espetáculos servem unicamente para habituar os homens ao crime e à ferocidade, e desejando eu remover todas as causas que possam impedir ou retardar o aperfeiçoamento moral da Nação Portuguesa, hei por bem decretar que de hora em diante fiquem proibidas em todo o Reino as corridas de touros”.

Claro que lá como cá o decreto durou pouco tempo. Mas serviu para alertar contra a barbárie que é judiar dos animais. A iniciativa recente do STF proibindo a vaquejada veio atrasada, mas é uma faísca de civilidade.

A vaquejada é uma tradição cultural nordestina. Claro que muita gente depende desses eventos e em todo o país são cerca de 750 mil empregos. Mas nada justifica usar animais como são usados os bois, vacas e cavalos, dentre tantas “brincadeiras” maldosas com tudo que é bicho. Os animais, como brinca humorista global, são “ser-humanuzinhos”.

Os adeptos do “esporte” asseguram que os animais não sofrem, que são protegidos e que durante as vaquejadas correm sobre areia, têm alimentação, água à vontade, veterinários de plantão e até sorvete de pistache. Eles não consideram como maus- tratos confinar e estressar os animais e “incentivá-los” a dar corrida. Acham normal pegar pelo rabo e derrubar. Como se rabo fosse adereço e a caída não machucasse. E o estresse tanto para os bois como para os cavalos? É, sim, barbárie judiar dos animais para uma satisfação lúdica.

As vaquejadas surgiram no nosso sertão já no século XVII. Mas, pode-se cotejar o nível de informação de um sertanejo daquele século para um empresário do ramo da vaquejada de hoje. Os rabos são arrancados, sim. Os bois sofrem fraturas nas quedas, sim, pois já vi em Feira de Santana e vi em Laranjeiras, em Sergipe. É triste.

As vaquejadas começaram a ficar mesmo populares no século passado e hoje representam faturamento para centenas de empresários que usam o que se chamava durante alguns séculos como “festas de apartação”, quando os fazendeiros mandavam seus vaqueiros buscar o boi que se misturou com o do vizinho. Os bois marruás que fugiam eram perseguidos e derrubados pelas caudas dentro das espinhosas caatingas. Nos anos 1940 virou “corrida de mourão”. Foram feitas pesquisas que demonstram que os cavalos das vaquejadas sofrem alterações em sua natureza por causa do estresse e exploração física. Eles correm sob esporas. Isso não é maus- tratos?

A Igreja Católica já em 1567 com decreto do papa Pio V excomungava quem fizesse ou assistisse às touradas, que é outra forma dramática de “abusar” dos animais. Hoje elas são realizadas sob protesto em poucos países da América Latina, Espanha e Portugal. As touradas são as primas-ricas das vaquejadas. O mal é parecido. Também morrem cavalos de ataque cardíaco em jogos de Polo mas aí é outro assunto.

Quem pode achar interessante? Será que tem de prevalecer a cultura e o esporte em detrimento da dignidade dos animais? Que a vaquejada vá para o brejo. Demorou!

* Jolivaldo Freitas é jornalista e escritor


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/entenda-a-briga-entre-gigantes-que-tirou-o-homem-aranha-da-marvel-no-cinema/
Saiba como o Amigão da Vizinhança foi parar em outro estúdio
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vaiado-secretario-do-ministerio-do-meio-ambiente-sai-escoltado-da-semana-do-clima/
Roberto Castelo Branco foi interrompido diversas vezes durante apresentação
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/operacao-desarticula-esquema-que-sonegou-r-25-milhoes-no-setor-de-alimentos/
Foram cumpridos um mandado de prisão e nove de busca e apreensão em Salvador, Lauro e Itaparica
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thati-lopes-e-a-protagonista-da-comedia-socorro-virei-uma-garota/
Atriz do Porta dos Fundos interpreta um menino em corpo de menina
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sessao-e-interrompida-apos-rato-invadir-camara-de-vereadores-de-barreiras/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-as-series-e-filmes-que-entram-na-netflix-em-setembro/
Nova de Grey's Anatomy, última de The Good Place, 'Cinquenta Tons Mais Escuros'... veja lista
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ministro-do-meio-ambiente-e-vaiado-durante-evento-da-onu-em-salvador-assista/
Ricardo Salles foi recebido por pessoas que protestavam contra as queimadas na Amazônia
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/trinta-anos-depois-de-partir-raul-seixas-tem-mensagens-atuais/
Morte do músico baiano completa 30 anos nesta quarta-feira (21)
Ler Mais