Jonathan apresenta suas características e fala do desafio de substituir Nino

e.c. bahia
30.12.2021, 15:05:00
Jonathan foi campeão da Série B com o Botafogo e espera repetir feito pelo Bahia (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Jonathan apresenta suas características e fala do desafio de substituir Nino

Lateral direito chega ao Bahia de olho em titularidade na posição

Quarto reforço anunciado pelo Bahia para a temporada 2022, o lateral direito Jonathan sabe que vai ter uma grande missão pela frente: substituir Nino Paraíba. O antigo camisa 2 deixou o Esquadrão depois de quatro temporadas e a lacuna no setor está aberta. 

 Na primeira entrevista que concedeu como jogador do Bahia, aos canais oficiais do clube, Jonathan comentou o desafio que vai ter no próximo ano e fez elogios ao ex- dono da posição.

 "Substituir um cara que é ídolo do time, um capitão da equipe, é uma responsabilidade muito grande. O Nino é um cara sensacional, que eu acompanho sempre. É fora de série. Ajudou muito o Bahia. Então acho que é uma responsabilidade muito grande. Mas não tenho que pensar nisso, tenho que pensar no Bahia. Entrar em campo pensando nos objetivos. Sou um cara que penso sempre em grupo, não penso individualmente", explicou ele. 

 A disputa pela posição vai ser travada entre Jonathan e o garoto Douglas Borel. Inicialmente integrado ao time de transição, o prata da casa deve receber mais oportunidades na equipe de cima. Por sinal, Jonathan aproveitou o primeiro contato com os tricolores para apresentar as suas características e se colocou à disposição para fazer outras funções no campo. 

 "Sou um cara que gosta de ir ali na linha de quatro. No Botafogo a gente jogava na linha de três. Então o lateral-direito era um terceiro zagueiro que armava, praticamente um criador de jogadas. Nós atletas temos que estar preparados para qualquer circunstância. Estamos preparados para atender o clube e o treinador da melhor maneira possível", explicou. 

 No Bahia, o lateral vai reencontrar o técnico Guto Ferreira. Os dois trabalharam juntos em 2014, na Ponte Preta. Apesar de não ter sido utilizado durante a Série B daquele ano, Jonathan fez parte do time que conquistou o acesso, objetivo que ele espera repetir no tricolor. 

 “Guto é um cara sem palavras né?! Um cara que é vencedor, que chega no clube e consegue implantar a filosofia dele, consegue ter o respeito dos atletas. É um cara que sabe o que está fazendo, é qualificado. Então pode ter certeza que ele vai fazer o melhor para o clube. E queria agradecer a ele pelo apoio e pela confiança de estar no Bahia por ele”, disse.

Esse ano, Jonathan conquistou o título da Série B pelo Botafogo. No entanto, o lateral perdeu espaço durante o Brasileirão e fez apenas três jogos pelo torneio. Ao todo ele esteve em campo 17 vezes pelo alvinegro, sendo 12 no Campeonato Carioca. Por isso, a chegada ao Bahia representa um recomeço para o atleta. 

Força tricolor
Além da presença do técnico Guto Ferreira, Jonathan não escondeu que a força do Bahia foi fundamental para ele ter aceitado o convite para defender o Esquadrão no próximo ano. O lateral direito destacou a festa que a torcida costuma fazer na arquibancada. 

 "Eu já tive a oportunidade de jogar contra o Bahia, sei como é a torcida. Eles incentivam muito. O Bahia é um clube gigante, com uma torcida apaixonada. Então qualquer atleta, pode ter certeza, que quer vestir essa camisa com o maior carinho, com o maior amor. A sensação de vestir essa camisa, ouvir a arquibancada", finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas