Judô do Brasil fica fora do pódio por equipes no Mundial

esportes
27.09.2018, 10:21:22
Brasileiros caíram diante dos franceses nas quartas e para a Alemanha na repescagem (Rodolfo Vilela/ rededoesporte.gov.br )

Judô do Brasil fica fora do pódio por equipes no Mundial

Equipe verde e amarela fecha torneio com apenas uma medalha

A seleção brasileira encerrou a sua participação no Mundial de Judô, realizado em Baku, fora do pódio. Nesta quinta-feira (27), na disputa por equipes mistas, os representantes nacionais ficaram na sétima colocação após a derrota para a Alemanha, na repescagem, por 4 a 2. 

O resultado encerra uma campanha que rendeu ao Brasil apenas uma medalha, o bronze de Érika Miranda na categoria até 52kg, no pior desempenho do país na competição desde o Mundial de 2009, em Roterdã, quando os judocas não foram nenhuma vez ao pódio. 

Além do bronze de Érika Miranda, o Brasil também conseguiu três quintos lugares, com Jéssica Pereira, Daniel Cargnin e Maria Suelen Altheman, e um sétimo, com Eric Takabatake, no evento realizado em Baku. 

No Mundial de 2017, o Brasil havia sido medalhista de prata na disputa por equipes. E estreou nesta quinta-feira no Azerbaijão com vitória por 4 a 3 sobre Cuba, definida com o triunfo de Beatriz Souza (+70kg) sobre Idalys Ortiz por ippon. 

Antes, Maylin Del Toro Carvajal venceu Maria Portela, Rafael Macedo superou Ivan Felipe Silva Morales, Idalys derrotou Beatriz, Rafael Silva, o "Baby" bateu Andy Granda, Rafaela Silva passou por Anailys Dorvigny e Marcelo Contini perdeu para Magdiel Estrada.

Nas quartas de final, então, o Brasil caiu por 4 a 2 para a França. Axel Clerget venceu Rafael Macedo e Anne M'Bairo derrotou Beatriz Souza, fazendo 2 a 0. Depois, David Moura bateu Cyrille, Helène Receveaux superou Rafaela Silva, David Lima aplicou ippon em Guillaume Chaine e Clarisse Agbegnenou venceu Maria Portela.

Na repescagem contra a Alemanha, Maria Suelen e Baby venceram Carolin Weiss e Karl Richard Frey, respectivamente, por ippon. Mas depois os europeus ganharam quatro combates seguidos. Os triunfos foram de Anthony Zingg sobre David Lima, de Theresa Stoll sobre Rafaela Silva, de Laura Vargas Koch sobre Maria Portela e de Eduard Trippel sobre Eduardo Yudy Santos.

O próximo evento do circuito mundial de judô com participação brasileira será o Grand Prix de Cancún, no México, nos dias 12, 13 a 14 de outubro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas