Justin Bieber não comparece a after party em sua homenagem e frustra famosos

Famosos
30.03.2017, 10:45:00
Atualizado: 30.03.2017, 10:58:59

Justin Bieber não comparece a after party em sua homenagem e frustra famosos

Outra reclamação durante a celebração foi o valor das bebidas no local que chegavam a R$ 35 reais por drink

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com uma lista repleta de celebridades nacionais, disputa de convites na web e segurança reforçada na porta do espaço, a after party de Justin Bieber tinha tudo para ser o evento do ano, mas a ausência do astro canadense que se apresentou na última quarta-feira (29) no Rio de Janeiro com a Purpose Tour, a figura mais esperada da festa deixou o público frustrado.

Comandada pelo rapper DJ Maejor, um dos melhores amigos do cantor, a festa que aconteceu na FM Hall, na região central do Rio de Janeiro e foi até às 5 horas da manhã desta quinta-feira (30), reuniu celebridades como Isabella Santoni, Nego do Borel, Agatha Moreira, Carolina Oliveira, Carol Nakamura, Larissa Manoela, e ox ex-BBBs Antônio Rafaski, Mayla Araújo.

Maejor e Isabella Santoni
(Foto: AgNews/Divulgação)

O local foi mantido em segredo até o momento da festa pela organização do evento para que não houvesse uma lotação na porta das bieliebers (fãs de Justin). Super protegido, a FM Hall contava com um esquema de segurança forte e para evitar clonagem dos convites, cada VIP teria que mostrar o QR code em seu celular, só assim poderiam ter acesso a festa.

Nego do Borel e Maejor
(Foto: Wallace Barbosa/ AgNews)

Além da ausência de Justin Bieber outro fator incomodou bastante os 700 convidados VIP's da festa: o valor das bebidas. Para se ter uma ideia, de acordo com uma lista divulgada pelo site 'Ego', era necessário desembolsar R$ 8 para tomar uma água. Quem quisesse se aventurar pelos drinks oferecidos no evento deveria estar preparado para pagar R$ 35 reais por uma vodca com energético. 

Bruno Gissoni
(Foto: Wallace Barbosa/ AgNews)


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas