Juventus bate Inter em Milão, e assume liderança do Italiano

esportes
06.10.2019, 19:27:00
Atualizado: 06.10.2019, 19:27:51
Higuain marcou o gol da vitória da Juve no San Siro (Foto: Alberto Pizzoli/AFP)

Juventus bate Inter em Milão, e assume liderança do Italiano

Time de Turim venceu por 2x1 com gols de Dybala e Higuain

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

No último confronto deste domingo (6) pela sétima rodada do Campeonato Italiano, a Juventus derrotou a Inter de Milão por 2 a 1, fora de casa, e acabou com a campanha perfeita do adversário nesta edição do torneio.

Depois de seis vitórias em seis partidas, a equipe comandada pelo italiano Antonio Conte foi batida pelo atual octocampeão nacional e caiu para a vice-liderança da tabela, com 18 pontos, enquanto o clube de Turim assumiu a ponta isolada, com 19.

Os atacantes argentinos Paulo Dybala e Gonzalo Higuaín marcaram os gols da Juventus, comandada pelo italiano Maurizio Sarri. Também da Argentina, o centroavante Lautaro Martínez, de pênalti, marcou para os donos da casa.

O primeiro tempo foi equilibrado, com bastante aplicação tática de ambos os times no chamado dérbi da Itália. De todo modo, a Juventus achou seu gol logo no começo da partida, aos quatro minutos. O atacante português Cristiano Ronaldo pediu falta, o árbitro não marcou e a bola caiu com o meio bósnio Miralem Pjanic, que deu um lindo passe em profundidade para Dybala fazer 1 a 0.

Depois da inauguração do placar, as duas equipes foram para o ataque. Mesmo sem desguarnecer os sistemas defensivos, algumas chances foram criadas e Cristiano Ronaldo era bastante acionado, chegando a mandar uma bola na trave.

Do outro lado, a Inter respondia com coletividade no Giuseppe Meazza. Até que, aos 16, veio o lance que ocasionou o empate provisório. Martínez recebeu cruzamento e a bola bateu no braço do zagueiro holandês Matthijs de Ligt. Após interferência do árbitro de vídeo (VAR), a penalidade foi marcada e o atacante argentino converteu.

Antes do intervalo, Cristiano Ronaldo chegou com perigo novamente e marcou o que seria o segundo gol da equipe de Turim. Entretanto, o gol foi anulado porque Dybala recebeu em impedimento antes de fazer a assistência para o português.

No segundo tempo, a Juventus voltou com sede e a Inter não pôde evitar o tento adversário. O 2 a 1 veio aos 34, após bela triangulação perto da meia-lua entre Cristiano Ronaldo, o volante uruguaio Betancur e Higuaín.

O português deu bom passe para Betancur, que passou em profundidade para Higuaín. Mesmo pressionado pela zaga, o centroavante argentino não tomou conhecimento dos marcadores e chutou cruzado para sacramentar a vitória visitante.

Em outro duelo da rodada noturna deste domingo na Itália, o Napoli não conseguiu passar de um 0 a 0 com o Torino, em Turim, e agora está mais distante da luta pela ponta. A equipe de Nápoles ficou com 13 pontos e ocupa a quarta posição, sendo que a Atalanta, terceira colocada, passou a somar 16 pontos depois de ter superado o Lecce por 3 a 1, em Bérgamo, horas mais cedo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas