Kanye West fala sobre Obama, Trump, Taylor Swift e Beyoncé em entrevista

entretenimento
02.05.2018, 19:00:00
Cantor deu entrevista para falar sobre passado e momento de intervenção psicológica (Foto: Reprodução)

Kanye West fala sobre Obama, Trump, Taylor Swift e Beyoncé em entrevista

Rapper postou vídeo de 1h45 no YouTube, no qual aborda motivos para o seu "colapso" psicológico

Após ser questionado sobre sua sanidade e perder seguidores pelo apoio ao presidente Donald Trump, o rapper Kanye West decidiu abrir o coração para promover seu retorno musical. Para abordar tópicos como a rixa com Taylor Swift e a polêmica com Beyoncé e Jay Z, Kanye liberou um vídeo com uma entrevista de 1h45 de duração. Nela, o foco da discussão foi o "colapso" psicológico e emocional que o fez passar oito dias hospitalizado e cancelar a turnê The Life of Pablo, em novembro de 2016. Confira a entrevista completa (sem legendas):



"Como você está mentalmente?", perguntou o entrevistador Charlamagne tha God, do iHeartRadio, que conduziu toda a entrevista. "Eu acho que estou no lugar mais forte que já estive. Depois do colapso, como eu gosto de dizer, vem o avanço", disse o rapper. Questionado sobre as causas que o fizeram chegar em tal ponto, Kanye pontuou: "Medo, estresse, controle, ser controlado, manipulação, ser como um peão ou uma peça de xadrez na vida, me estressar com coisas que eu não precisava me preocupar tanto. É apenas o conceito de competição e estar competindo com tantos elementos ao mesmo tempo".

E o desabafo não acabou por aí: "O momento em que você está em uma cama de hospital e está ao lado do seu amigo e diz a todos: 'Não deixe essa pessoa sair do meu lado', e eles colocam você dentro de um elevador e levam todos os seus amigos embora de você. Esse foi o momento mais assustador da minha vida. Achei que ia morrer. Minha esposa não estava na cidade, então eu disse [a amigos]: 'Não saiam do meu lado até que minha esposa chegue aqui'. E eles têm esse momento em que são forçados a sair do seu lado, e isso tem que mudar… Eu não consigo expressar o quão traumatizante é esse momento, e então você acorda drogado".

Por falar em drogas, West revelou que está sob medicação, embora não tenha especificado quais remédios tem ingrerido. "[Medicação é] uma solução imperfeita para apenas me acalmar, mas há muitas maneiras de se acalmar", afirmou. Kanye ainda revelou que fez uso de opioides após ter feito lipoaspiração, o que também contribuiu para sua crise. Em entrevista ao TMZ, o marido de Kim Kardashian conta que ficou viciado em opiáceos após médicos prescreverem como etapa final do procedimento. O astrou confessou que passou a aumentar a quantidade de comprimidos durante a época da turnê, o que piorou seu estado. Sobre a decisão da cirurgia, o rapper apenas afirmou que não queria parecer "gordo" – uma preocupação que ele liga ao modo como a mídia tratou seu cunhado, Rob Kardashian.

West culpa Taylor Swift por queda de desempenho do álbum The Life of Pablo, o qual teve turnê cancelada
(Foto: Reprodução)

Taylor Swift como a culpada
Ainda na entrevista, o cantor afirmou que sua rixa com Taylor Swift, sobretudo após o lançamento de Famous (música com a qual foi acusada de machismo, em que ele fala: "fiz essa vadia famosa, deveríamos transar" e coloca uma 'Taylor de cera' nua em sua cama no clipe), prejudicou o desempenho do seu álbum nas rádios norte-americanas. "Desde o ‘momento Taylor Swift’, a conexão com as rádios nunca mais foi a mesma. Mesmo com o poder [do álbum], foi muito mais difícil depois disso", pondera, colocando a culpa da queda na artista, sem esconder sua frustração. 

The Life of Pablo chegou a receber certificado de platina nos Estados Unidos, mas os singles não vingaram. Nenhuma canção alcançou o Top 30 da parada americana, nem mesmo Famous, com toda polêmica. "É uma corrida contra o tempo, porque você está ficando velho. Uma corrida pela popularidade nas rádios: Khaled tem essa música, Drake tem essa outra, está tocando pra caramba, mas Saint Pablo não está tocando. Eu poderia passar a entrevista inteira falando disso".

Por outro lado, o rapper mostrou acreditar que hoje em dia está "mais forte do que antes", justamente por iniciar um tratamento psiquiátrico. Vale lembrar que sua esposa, Kim Kardashian, foi vítima de um assalto em Paris, enquanto ele não estava presente, o que foi mais um ponto de crise.

Rancor a Obama e esclarecimento sobre Trump
Kanye também aproveitou o momento para falar sobre política, expressando que guarda certo rancor pelo ex-presidente Barack Obama, que o chamou de "idiota" depois que ele interrompeu o discurso de Taylor Swift no MTV Video Music Awards, em 2009. O rapper alega que foi doloroso, principalmente, porque ele e sua mãe participaram da campanha por Obama e se apresentaram em eventos em sua homenagem. "Ele nunca me ligou para pedir desculpas [pelo comentário]. A mesma pessoa que se sentou comigo e com minha mãe, eu acho que deveria ter se comunicado comigo diretamente".

Quanto ao seu apoio a Donald Trump, o cantor esclareceu que não necessariamente apoia as políticas do presidente norte-americano, mas que admira suas estratégicas comunicativas. "Eu não tenho todas as respostas que uma celebridade deveria ter, mas posso dizer que quando ele estava concorrendo, senti algo. O fato de que ele ganhou prova alguma coisa. Isso prova que tudo é possível na América. Que Donald Trump possa ser presidente da América. Eu não estou falando sobre o que ele fez desde que ele assumiu o cargo, mas o fato de que ele foi capaz de fazer isso".

TSR STAFF: Talia O. @theclosetratchet _______________________________________ Hey, Roommates! So, #KanyeWest has been showing out on social media for the past week only to have secretly filmed an hour and 45-minute-long interview with #CharlamagneThaGod. During the sit-down, West opened up about his relationship with #JayZ and #Beyoncé following his #StPabloTour rant—and how he felt about their absence from his wedding with wife #KimKardashian. _______________________________________ So, let’s just dive right into this Beyoncé and Jay-Z tea. First, Kanye addressed Jay-Z’s #KillJayZ lyric when he said, “You gave him 20 million without blinkin’/He gave you 20 minutes on stage, f*ck was he thinkin’?” Kanye tells Charlamagne that Jay did not gave him $20 million. Rather, Roc Nation gave him $20 million for a touring deal and Jay co-signed for him since he was in debt. _______________________________________ “The fact that it was worded that it came from him… I’m a very loyal, emotional artist... person,” Kanye said. “That made me feel like I owed more than just the money itself. You know, it just put me under a bit more of a kind of controlled situation.” Kanye added, “I’m only acting out of love. I don’t need to be controlled I just need to be inspired and informed.” _______________________________________ Kanye later focused in on the time Jay mentioned that he didn’t appreciate Kanye speaking about his family during the infamous St. Pablo Tour rant. Kanye and Jay have always referred to each other as brothers and said, “If we’re family… If we’re brothers and we’re family, then it’s my family. If we’re business associates then it’s too far.” _______________________________________ Y’all can take what you want from that, but then Kanye goes on to express how hurt he was by his big brother and his wife not being present for his wedding. If we knew then what we know now, it appears as though this was the time Beyoncé and Jay were going through their Lemonade era ????. Kanye mentions that he understood that they were “going through some things,” but says, “If it’s family you’re not gonna—(View more at TheShadeRoom.Com!)

Uma publicação compartilhada por The Shade Room (@theshaderoom) em


O afastamento de Jay-Z e Beyoncé
Em meio a todo o turbilhão, West também falou sobre seu relacionamento com Jay-Z e Beyoncé e disse ter ficado magoado com ausência deles em seu casamento com a esposa Kim Kardashian. "Eu tenho que confessar que fiquei magoado por eles não terem ido ao casamento. Se é família, você não vai perder o casamento. Não estou usando essa entrevista para começar algo negativo, mas tenho que ser sincero". O rapper, porém, não aprofundou motivos que possam ter levado o casal ao afastamento.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas