Kevin Spacey revela ser gay em pedido de desculpas por assédio

entretenimento
30.10.2017, 09:20:13

Kevin Spacey revela ser gay em pedido de desculpas por assédio

A denúncia foi feita pelo ator de Star Trek Anthony Rapp, que tinha 14 anos na época do caso

O ator Kevin Spacey, 58, o Frank Underwood de House of Cards, da Netflix, pediu desculpas depois de ter sido acusado de assediar um ator adolescente há mais de 30 anos. No mesmo comunicado, Spacey admite, pela primeira vez, ter tido relacionamento com outros homens e que "escolhe viver agora como um homem gay". 

A denúncia de assédio foi feita há poucos dias pelo ator de Star Trek Anthony Rapp que, à época do caso, tinha 14 anos de idade.  Segundo Rapp, o caso aconteceu em 1986, no apartamento de Spacey, que na época tinha 26 anos.

Em entrevista ao site BuzzFeed News, Rapp, hoje com 46 anos, contou Spacey o convidou para uma festa e aparentava estar bêbado, quando o suposto incidente ocorreu. Rapp estava sentado na beira da cama, quando Spacey entrou no quarto. "Ele me carregou no colo como um noivo carrega a noiva. Mas eu não me afastei inicialmente, porque estava me perguntando: 'o que está acontecendo?'. Ele, então, se deitou em cima de mim", disse Rapp, que conseguiu escapar após se trancar no banheiro.

Rapp explicou que se sentiu motivado a revelar a história após o escândalo envolvendo o poderoso produtor de Hollywood Harvey Weinstein, acusado por mais de 50 mulheres de estupro e assédio sexual. Weinstein nega as acusações de sexo não consentido.
"Eu revelei a minha história, apoiado nos ombros das corajosos homens e mulheres que têm decidido falar", disse, no Twitter.



Em nota, Kevin Spacey,  disse estar "horrizado" pelo relato, e afirmou que não se lembra do encontro."Mas se eu tiver me comportado da forma como ele descreve, devo a ele as mais sinceras desculpas pelo que teria sido um comportamento etílico inapropriado".

Spacey afirmou ainda que "admira" Rapp. "Eu sinto muito pelos sentimentos que ele diz ter carregado por todos esses anos."
O protagonista de House of Cards também fez revelações sobre a própria sexualidade, ao afirmar que já teve relacionamentos com homens e mulheres.

"Essa história me encorajou a lidar com outras questões da minha vida. Eu sei que há histórias sobre mim por aí, algumas alimentadas pelo fato de eu ser tão cuidadoso com minha privacidade. As pessoas mais próximas a mim sabem que, na minha vida, tive relacionamentos com homens e mulheres", revelou. "Amei e tive relacionamentos românticos com homens, ao longo da minha vida, e escolhi hoje viver como um homem gay. Quero lidar com isso de forma honesta e aberta, e isso começa comigo examinando meu próprio comportamento", finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas