Lavagem do Bonfim 2020: reveja tudo o que rolou na nossa cobertura especial

salvador
16.01.2020, 05:42:00
Atualizado: 16.01.2020, 21:55:04
(Foto: Igor Santos/SecomPMS)

Lavagem do Bonfim 2020: reveja tudo o que rolou na nossa cobertura especial

Festa levou centenas de milhares de pessoas às ruas da Cidade Baixa nesta quinta

Glória a ti, Redentor, que há 275 anos é celebrado nas ruas da Bahia! Nesta quinta-feira (16), todos os caminhos da Cidade Baixa levaram à Colina Sagrada. As ruas voltaram a ser tomadas por uma multidão que vestiu branco para celebrar, na tradição católica, o Nosso Senhor do Bonfim, e na tradição de religiões de matriz africana, Oxalá.

O cortejo partiu da Igreja da Conceição da Praia, no Comércio, logo após um ato ecumênico, e seguiu em direção ao Bonfim, arrastando cerca de 1 milhão de pessoas. E como também é tradição, a equipe do CORREIO se mobilizou para acompanhar de perto o desfile, com as personagens que fazem da Lavagem do Bonfim uma das mais importantes festas populares do Brasil. Esse ano nossas equipes de reportagem fizeram o percurso mais coladinhas dos fiéis do que nunca! Durante a tarde, acompanhamos os 'afters' e as festas privadas. Reveja tudo que rolou desde bem cedinho até a noite em mais uma Lavagem.

***

Olha só que beleza! 
A fotógrafa Marina Silva, que esteve coladinha na imagem do Senhor do Bonfim e foi assim até chegar na Basílica do Bonfim, registrou alguns dos momentos mais bonitos e emocionantes da festa esse ano. Confere a galeria! 

(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
(Foto: Marina Silva/CORREIO)

***

À noite, festas e mais festas

Ainda na Enxaguada, o estagiário Vinícius Harfush conversou com Tony Salles, vocalista da banda Parangolé, que sobe ainda nesta quinta-feira no palco da festa. Confere o bate-papo deles!

***

Um pouco antes das 18h, foi a vez de Mariene de Castro subir no palco da Enxaguada du Brown.

“Claro que festejamos com samba, pois é a forma que temos de celebrar a miscigenação e tudo mais que possa ser positivo no encontro entre os homens e o amor”, comentou Brown.

(Foto: Reprodução/Instagram/@leriojunior)

***

Imagina quem vem de fora só pra curtir a muvuca e o axé? Pois é Diogo Zago, de 36 anos, veio de Maringá, no Paraná, e desembarcou em Salvador na época mais animada do ano. Desde que chegou, há cerca de 15 dias, já emendou show, ensaio da Timbalada com a Lavagem do Bonfim e disse que não quer parar.

(Foto: Vinícius Harfush/CORREIO)

Além de ter feito metade da caminhada da Conceição da Praia à Colina Sagrada, escolheu ir curtir Brown no Museu du Ritmo para ver de perto o que ele considera uma experiencia inesquecível.

"É uma das coisas mais incríveis que já vi na vida!  De cultura, religião, tradição e calor humano. É diferente de qualquer lugar do Brasil", declarou Diego, que é engenheiro.

Agora, a promessa dele nesse dia do Senhor do Bonfim é transformar essa felicidade em rotina, voltando aqui outras vezes.

***

Nelson Rufino foi o primeiro convidado de Brown a subir no palco da Enxaguada, por volta das 17h05, no Museu do Ritmo, no bairro do Comércio.

Nelson Rufino e Brown fazendo samba na Lavagem do Bonfim
(Foto: Reprodução/@andcmelo/Instagram)

(Foto: Lucas Leawry/Divulgação)

16h30
Enquanto isso, na Chácara Baluarte, no bairro do Santo Antônio Além do Carmo, a festa Bonfim Baluarte, com vista para a Baía de Todos os Santos, recebe shows do cantor Jau e do grupo Mudei de Nome. Esse é o after de quem não quis voltar pra casa da Lavagem ou de quem só veio pela tarde para curtir.

Empresária e promoter baiana, Licia Fabio está no Santo Antônio: 'E viva Senhor do Bonfim!', postou
(Foto: Reprodução/Instagram)

Jau e do grupo Mudei de Nome comandam a festa Bonfim Baluarte
(Foto: Reprodução/Instagram)

16h09
Depois do compromisso religioso, vem a diversão. Para quem não se contentou com a procissão, tem festa rolando no Museu du Ritmo. Carlinhos Brown comanda a sua tradicional Enxaguada du Bonfim, que ainda terá Diogo Nogueira, Diogo Nogueira, Parangolé, Mariene de Castro e Nelson Rufino. Vem pra cá!

Carlinhos Brown já no palco da Enxaguada du Bonfim
(Foto: Divulgação)

(Foto: Fred Pontes/Divulgação)

(Foto: Fred Pontes/Divulgação)

Olha dois trechinhos do show do cacique.


***

15h20
Nosso estagiário saiu da redação para fazer a cobertura das festas profanas. Quem será que vai aparecer aqui como personagem?

***

Inflação na volta de casa...

Por volta das 15h30, a dificuldade era voltar pra casa. Adriano Velame, por exemplo, saiu do bairro do Imbuí para curtir a Lavagem na Cidade Baixa. Ele elogiou muito a festa e comemorou que estava mais vazia que a última edição, alegando que por conta disso conseguiu curtir um pouco mais. Só que, na hora de voltar, "o barril ficou dobrado". O preço da corrida de Uber estava muito acima do que o normal: uma corrida que custa entre R$ 25 e R$ 30 em dias de semana estava custando R$ 64 devido ao preço dinâmico.

Pela terra ou pelo mar: veja como os devotos voltaram para casa após a Lavagem

Adriano Velame, de camisa branca, olha o valor do Uber até o Imbuí: o preço quase triplicou
(Foto: Vinicius Nascimento/CORREIO)

Por outro lado, também teve gente se dando bem. O mototaxista Felipe Vinícius é um exemplo disso. Logo no começo da tarde do dia de Lavagem, um cliente lhe solicitou uma corrida até Vilas do Atlântico e o rapaz de 23 anos embolsou R$100. Questionado sobre o valor de uma corrida até a Estação da Lapa, ele apontou que cobra R$ 40.

O mototaxista Felipe Vinícius, 23, embolsou uma grana com a alta demanda
(Foto: Vinicius Nascimento/CORREIO)

Pontos de ônibus no Caminho de Areia, por volta das 16h, estavam cheios e o trânsito intenso
(Foto: Vinicius Nascimento/CORREIO)

***

Balanço de atendimentos

Das 7h às 14h desta quinta, o módulo assistencial à saúde instalado pela prefeitura ao lado da Colina Sagrada registrou 99 atendimentos durante a Lavagem do Bonfim. As ocorrências tiveram, em sua maioria, natureza clínica, como dor de cabeça, enjoos, mal estar associado ao forte calor e desidratação. Também foram contabilizados episódios de traumas ortopédicos e procedimentos cirúrgicos de pequeno porte.

(Foto: Secom/Divulgação)

O módulo de saúde segue prestando assistência aos fiéis até as 21h. A estrutura conta com 10 leitos e uma equipe de atendimento multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. Além disso, uma ambulância do Samu 192 ficará disponível no módulo para possíveis remoções nas ocorrências que necessitarem de transferências. A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de San Martin estará de prontidão durante a festa, caso haja episódios de maior complexidade.

***

"Do povo!"

De mais cedo, o pessoal não gostou quando fecharam o acesso às escadas

***

De barco no improviso

Deu pra ver que o mais normal é ter escunas já planejadas para as pessoas saírem da Lavagem ‘na lama’. Quase um paradoxo, mas é real. Contudo, também tem a galera que só quer curtir uma experiência nova e fugir do engarrafamento. O casal Davi Lima e Dedeco Macedo é um exemplo disso. Davi explica que já saiu da festa “de tudo quanto é jeito”. Uber, ônibus, andando... só que em 2020 o namorado sugeriu a ideia do barco e ele topou. Agora, os dois esperam o barquinho que vai transportá-los até a escuna. Uma certeza é que Dedeco, que carregava uma câmera, certamente terá chance de fazer ótimas fotos.

(Foto: Vinicius Nascimento/CORREIO)

***

Open bar de caldo de cana? Temos

Tinha open bar no trajeto da Lavagem do Bonfim, mas era de caldo de cana. Aurino Oliveira apostou em um rodízio da bebida para chamar atenção dos clientes. Com ele era possível beber quantos copos quisesse de caldo de cana por apenas R$ 3. "Vi a ideia na internet e resolvi vender assim. A procura não tá muito alta, mas é porque as pessoas preferem outras bebidas aqui na Bahia", contou

(Foto: Marina Hortélio/CORREIO)

Espetinho de guerra

Na hora que bate a fome, é Rogério Dalto que salva com os seus espetinhos.  Para ele, a lavagem é uma renda extra bem vinda. Em um dia de semana na praia, ele ganha no máximo 80 espetinhos, em poucas horas na celebração, ele já vendeu 100. "É um trabalho divertido, gosto de conhecer as pessoas que vêm para a Lavagem. Até esqueço do cansaço", disse.

(Foto: Marina Hortélio/CORREIO)

***

***

Dinheirinho extra

Mergulhador e presidente da Associação Ambiental de Pesca e Conservação, Fernando Suber aproveita a Lavagem para fazer uma grana extra. Junto a alguns colegas, ele deixa seu barco nas proximidades do estaleiro e faz o transporte de fiéis e profanos até às escunas. O melhor marketing é o preço de 5 reais, contra 10 ou até 25 do serviço cobrado para aqueles que vão pela ponte. Em 2020, Fernando enxergou uma queda no movimento e apontou o ano passado como o mais rentável desde que começou a prestar o serviço na praia. A afirmação é reiterada por seu colega Carlos Souza, que há cinco anos virou mergulhador e também aproveita a Lavagem para fazer um extra.

(Foto: Vinicius Nascimento/CORREIO)

***

Volta de escuna

Estudante de direito, André Andrade aproveitou a folga no estágio para descer até a lavagem do Bonfim. Ele conta que saiu de casa às 9h para fazer todo o cortejo mas a expectativa mesmo era para voltar. Não que a festa estivesse ruim, muito pelo contrário, por sinal. É que desta vez ele juntou uma galera para fazer algo diferente na Lavagem: voltar de escuna. "A gente juntou umas 40 cabeças. Vamos pegar o barco aqui e ele vai até o Comércio. Cobrou R$60 reais pra cada um e é open bar", explica. Além de juntar os amigos, André explica que a ideia de pegar a escuna serve como alternativa para fugir dos engarrafamentos e continuar curtindo a festa até na hora de ir embora.

(Foto: Vinicius Nascimento/CORREIO)

***

De galera

Estudante de Geografia na Ufba, Matheus Figueiredo explica que a Lavagem do Bonfim é uma tradição que vem de família. Quando criança, vinha acompanhado pelos pais e agora, os 22 anos, puxa seus amigos para transitar entre o sagrado e o profano. Ele foi outro que juntou um grupo para ter a experiência de voltar de escuna pela primeira vez. Pela tradição, fez o cortejo. Pela "descaração", voltou de barco. Cada um pagou R$80 pelo trajeto que saiu do Bonfim e vai até o Yatch Club, na Barra. 

"É cana antes, cana durante e cana depois", conta aos risos.

(Foto: Vinícius Nascimento/CORREIO)

***

Porta fechada

Do lado de fora, algumas pessoas vaiam e gritam “a lavagem é do povo”, porque fecharam a porta da igreja após a Lavagem

***

Novo Centro de Convenções

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Claudio Tinoco, falou sobre a inauguração na próxima semana do novo Centro de Convenções de Salvador. "Enquanto alguns falam em pontes imaginárias e aeromóveis para o céu, a gente trabalha. Enquanto alguns abandonaram o antigo Centro de Convenções e só fizeram anúncios vazios, a gente realiza, concretiza. Reside aí muito da diferença entre nós e nossos adversários. Somos uma gestão realizadora e a população sabe disso", diz.

(Foto: Divulgação)

***

3 por 10

Além de vender bebida na festa, Edleusa Lima é católica e adora poder unir o trabalho à fé. "Me sinto muito bem", conta. Até agora ela já vendeu 20 caixas de cerveja, que é o produto que mais sai na Lavagem. "O pessoal troca a água pela cerveja aqui", disse. O lucro está em R$ 100 e ela espera esgotar o estoque até o fim da celebração.

***

Cansaço

O pessoal está andando com o pé fora do sapato para dar uma descansada! Haja sola!

(Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO)

***

Copo diferente

Uma mesinha cheia de copo perto da Praça da Inglaterra chama a atenção de todo mundo que passa. Cristiano Santos, 35, já conseguiu cerca de R$ 500 vendendo copos com frases como "amiga parceira, só se for amiga cachaceira". Para ele, a estampa é o que faz os produtos serem comprados. "O pessoal também procura porque o copo é mais ecológico. Não precisa ficar segurando a latinha e a garrafa, que muita gente joga no chão depois", comenta.

(Foto: Marina Hortélio/CORREIO)

***

12h36
Hino ao Senhor do Bonfim é cantado por milhares de fiéis na Colina Sagrada. 

Santa homenagem 
Às 12h25 um estandarte com a imagem de Santa Dulce dos Pobres foi hasteado em uma das janelas da Basílica do Senhor do Bonfim. Em outubro do ano passado a freira baiana se transformou na primeira santa da igreja católica nascida no Brasil.  A imagem de Dulce apareceu minutos antes da imagem de Senhor do Bonfim ser mostrada pelo padre Edson Menezes. 
 

Foto: Thais Borges/CORREIO

***

Só bebida

Jota Barreto já definiu como a melhor ideia de 2020 subir em cima um 'barranco', fazê-lo de camarote e botar um funk pra dançar. Honesto, ele revela que veio para a Lavagem apenas para comer água. "Rapaz, cerveja é 90% tesao, 5% amor e 5% cevada. Eu quando bebo ela fico querendo até meus amigos, apesar de minha esposa estar aqui do lado. Na ida até a Basílica eu fui na corrida, pedindo o caminho todo que Senhor do Bonfim me protegesse na hora da cachaça. Agora eu vou voltar até o comércio bebendo ", afirma.

Confira a farra:

***

Segurança

O policiamento está reforçado para a Lavagem do Bonfim. Ao todo, 1.758 policiais militares estão distribuídos a pé, nos 27 postos elevados de observação, com a utilização de viaturas (carros e motos), cavalos e bases móveis

***

***

11h55

Imagem do Bonfim chega agora na subida da Colina Sagrada!

***

Argentinas aproveitam pra faturar

Até gringo ficou sabendo que dá pra ganhar uma grana na Lavagem do Bonfim. A argentina Valeria Ceballos, 24, está em Salvador há sete meses. Enquanto vendia rifa na rua com a amiga Laila Garcia, deram a dica de botar um isopor com água na celebração de hoje e assim elas fizeram. "Agora tá fraco porque tá vazio, mas mais cedo tava melhor. A gente comprou 180 garrafinhas e vendemos um pouco mais que a metade já", disse Valeria.

***

Prevenção e saúde

Pra quem encontrou aquele @ na lavagem e já está pensando nas travessuras que fará no after, na frente da batalhão da PM dos Dendezeiros estão sendo distribuídas camisinhas para evitar qualquer complicação. Também dá para fazer um teste rápido de HIV

(Foto: Gabriel Moura/CORREIO)

***

Agonia!

Confusão generalizada próximo à imagem do Santo. O carro que faz transporte não está conseguindo andar. Eles pararam para pedir ao pessoal que entrou na corda sem autorização para liberar espaço. Decoração do carro está tendo trabalho para resistir ao assédio e confusão

(Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO)

***

Galera marcando presença

Os leitores Nilson e Rose estão lá na Lavagem do Bonfim! Use nossa tag #BonfimNoCORREIO nas redes sociais em suas fotos no caminho para a Colina Sagrada

(Foto: Reprodução)

***

***

Fé e gratidão

"Se hoje eu sou advogada, devo a ela. Anos atrás, também numa Lavagem do Bonfim, eu passei na frente das Obras Sociais e disse 'olha, Irmã Dulce, se você é tão boa quanto as pessoas dizem, me ajude a passar na prova da OAB', que era no domingo seguinte. E eu consegui. Devo isso a ela", lembra a advogada, que não conseguia esconder as lágrimas ao encontrar a imagem da santa.

(Foto: Gabriel Moura/CORREIO)

***

Fé em dobro!

A caminho da Colina Sagrada, muitos fiéis param em frente às Osid e aproveitam para amarrar fitas do Senhor do Bonfim na imagem da Santa Dulce dos Pobres. "Ao passar aqui, de qualquer maneira, tenho que vir aqui fazer a minha homenagem. Eu tenho certeza que ela nos dá esperança de dias melhores", diz a  professora Jussara Gomes, 60 anos.

(Foto: Gabriel Moura/CORREIO)

***

Pai Nosso com Santa Dulce 
A procissão com a imagem de Senhor do Bonfim chega agora, às 11h, na altura das Obras Sociais Irmã Dulce. Em frente ao local fiéis rezam a oração do pai nosso. 

Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO

***

***

Chapéu é regra!

Para aguentar andar os oito quilômetros no calor, muita gente compra um chapéu logo no começo do trajeto. Com isso, Renato da Silva já conseguiu vender 120 chapéus em quatro horas. Ele fez até uma promoção pro pessoal que veio curtir a lavagem. "Eu vendo por R$ 15 até R$ 30 e hoje tá por R$ 10. O pessoal vem com pouco dinheiro e quer tomar uma cerveja. Ainda é meio de mês e a grana tá curta. Aí coloquei a promoção", conta. Renato da Silva, 50, vendedor de chapéu

(Foto: Marina Hortélio/CORREIO)

***

Carona boa

Maria Luiza, 9 anos, pegou carona no carro que leva o santo.  "Tá muito calor!", diz, sorrindo. Termômetro marca 28ºC, mas sensação térmica é de 33ºC. 

A garota está fazendo catequese e estuda na escola católica São José, na Cidade Baixa.  "Eu sou madrinha dela e graças a Deus estou ajudando ela a trilhar o caminho do Senhor do Bonfim da melhor maneira possível", diz Carla Marcela da Guia, 36. "Eu já vim duas vezes e essa tá sendo diferente porque eu passeei", diz Malu.

(Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO)

***

Todo mundo quer chegar perto do Bonfim

A 'disputa' para chegar perto da imagem do Senhor do Bonfim está tão grande que em três horas de percurso, até o momento, a repórter Hilza Cordeiro já contou seis vezes que a corda que cerca a imagem foi partida. 'É uma disputa, tem gente segurando por dentro e por fora', conta Hilza que ao lado da fotógrafa Marina Silva está colada na imagem do santo desde a Conceição da Praia e só vai descolar na Igreja do Bonfim. "É muita gente", grita um dos organizadores. "Vamos, vamos meu povo, se não a gente só vai chegar lá 13h"

***

E tome água!

No verão de Salvador, apenas a água e a gelada não são suficiente para refrescar. Aí entra em ação o caminhão do Corpo de Bombeiros para dar aquela força contra o calor


***

Também tem festa

Desde 98 os trios elétricos estão banidos da Lavagem. Mas a lei não diz nada sobre chapéus elétricos, e é justamente ele que tá botando o povo pra dançar

De olho!
106 câmeras de segurança foram instaladas pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) para monitorar os fiéis na Lavagem do Bonfim que acontece nesta quinta-feira (16). Baianos e turistas que cumprem o percurso da igreja da Conceição da Praia até a Basílica do Bonfim serão acompanhados por equipes da Superintendência de Gestão Tecnológica Organizacional (SGTO). Saiba mais

Foto: Divulgação/SSP

***

Novidade

Presente no cortejo, o ouvidor-geral da Prefeitura, Humberto Viana, anunciou um aplicativo em que a populaçao vai poder pedir serviços públicos. Batizado de Fala Salvador, ele está perto de ser concluído. "A gente quer lançar o aplicativo até fevereiro. Através dele, será possível solicitar ações de manutenção da cidade, a exemplo de tapa-buraco, iluminação, poda de árvore, reparo de escadarias, limpeza e capinação, por exemplo", explica. 

(Foto: Secom/Divulgação)

***

***

"Queria estar a caminho da Sagrada Colina"

Ausente este ano, o governador desejou a todos uma boa Lavagem do Bonfim. Rui Costa passou, no último dia 5, por um procedimento cirúrgico depois de ser diagnosticado com uma ginecomastia. Ele já recebeu alta, mas não foi liberado pelos médicos para participar do evento.

"Bom dia pra você que também queria estar a caminho da Sagrada Colina agora.. acordei bem cedinho, mas esse ano vou ficar só na vontade. Que o Senhor do Bonfim continue abençoando a Bahia e a todas as famílias baianas. Obrigado, meu Deus por mais um ano de benção, por ter nascido aqui nesta terra tão única e linda que tanto nos orgulha. Que a Bahia siga dando esse exemplo de paz. A quem vai a pé, a quem tem fé, a todos nós, uma boa Lavagem do Bonfim", escreveu o governador.

***

Prefeito fala mais

ACM Neto relembrou o avó durante a Lavagem do Bonfim, "A figura de meu avó é algo inevitável, especialmente porque eu comecei a fazer essas caminhadas muito antes de ser prefeito ou mesmo político, acompanhando ele. E era admirável a fé dele e o reconhecimento que ele tinha, a importância da lavagem das escadarias da Igreja do Bonfim", afirmou.

Ele também disse que esse ano a Lavagem é mais emocionante por seu o seu último como prefeito. "É claro, esse ano confesso que acordei bem cedo, antes do que tava programado, um pouquinho ansioso, afinal é o oitavo ano como prefeito, e o último. Todos sabem que sempre estive aqui com a mesma disposição, com a mesma alegria", disse.

"Mas é claro que chegar nesse último ano do governo com o sentimento do dever cumprido, com a expectativa de poder ao fim da caminhada ir lá na escadaria e aos pés do nosso Senhor do Bonfim agradecer por ter tido a oportunidade de em oito anos como prefeito ter orgulhado essa cidade, ter sido merecedor do carinho das pessoas...", diz.

Escute:

***

Chifre na área!

Há mais de seis décadas que o ex-magarefe Jorge Eduardo Santana, 75, vem para a lavagem. mas foi há 45 anos que ele decidiu incrementar no look da festa um chapéu com chifres. "Foi do primeiro animal que abati. Até chegar na colina são pelo menos umas 200 fotos que as pessoas me pedem para tirar"

(Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO)

***

***

Banana, água e maçã
Um kit chama a atenção de um grupo de Ilhéus. Num saquinho banana, maçã e água mineral. "  Durante a corrida a gente perde muitos sais minerais e precisa repor com água  e frutas ", explicou  Andreia Fonseca, 48, a nutricionista do grupo, formado Leonila Dantas, 52, Stela Neiva, 55, Ana Maria Moraes, 48 É Katiane Alves, 44.

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

Energia de sobra
Depois de percurso extenso e ensolarado, os primeiros a chegar na Igreja do Bonfim ainda têm energia de sobra, como é o caso do aposentado Cosme Rosa, 67, morador da Ilha de Itaparica. "Essa foi a minha primeira corrida do Bonfim e fiz em 35 minutos os 6,4 km, A chegada foi mais importante. A sensação  de dever cumprido. Se a  maré estiver baixa, volto correndo", brincou

'É logo ali!': repórter do CORREIO encara Corrida Sagrada até o Bonfim

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

'É logo ali!': repórter do CORREIO encara Corrida Sagrada até o Bonfim

Dever cumprido
Chegar à Colina é a sensação de dever cumprido. Resta agradecer ...e  pedir também - e por que não?  " Faço omo todo bom baiano. O sincretismo faz presente em minha vida. Por isso tomei um banho de abre caminhos para que o ano corrente seja de conquistas", disse Jeferson Aragão, 28, servidor público. Concluiu a 'prova de fé' em 55 minutos.

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

Fé na Santa!
E teve grupo que fez o percurso com a fé no peito e nas costas. Um deles tinha na camisa a imagem da Santa Dulce dos Pobres. "Foi a forma que encontramos de homenagear a única Santa brasileira  e baiana", disse  Antonio Pavão, 61, prisional de educação  física, ao lado de suas alunas Laila Tomé, 33, empresária,   e Sulamita Costa, 39, fiosioterapeuta. 

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

Guerreiro confirma inauguração

O presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, também está na Lavagem. Ele aproveitou para anunciar que o espaço Boca de Brasa de Cajazeiras será inaugurado ainda este mês. Ficará ao lado da nova sede da Prefeitura-Bairro da região, funcionando no segundo andar do Mercado Municipal de Cajazeiras, que pegou fogo em 2017.

"Estamos finalizando os preparativos para a inauguração. Dessa forma, teremos oito espaços Boca de Brasa funcionando na cidade em 2020, sendo quatro nossos e outros quatro geridos por entidades parceiras. Isso representa um avanço significativo na disseminação da cultura em nossa cidade, estimulando manifestações artísticas dentro dos bairros e em regiões importantes, como Cajazeiras", declarou Guerreiro.

(Foto: Secom/PMS)

Prefeito está na Lavagem

O prefeito ACM Neto participa da Lavagem do Bonfim. "O mais importante é a minha fé, e é isso que sempre procurou trazer comigo nas caminhadas. O que vai acontecer no próximo ano, aí é outra história. Vamos dar tempo ao tempo", afirmou, sem comentar as eleições municipais. "Outubro tá tão distante, Bruno tá começando a pré-campanha dele praticamente agora. Tudo no seu tempo. Não tenho dúvida que ele já conquistou muita coisa e vai crescer ainda mais", disse, citando Bruno Reis, vice-prefeito, que vai concorrer.

O prefeito foi questionado sobre a ausência de alguns adversários políticos no evento esse ano e disse que isso não é algo que observa. "O governador não está aqui por questões de saúde, já devidamente justificadas, o que interessa é que nós estamos e vamos cumprir nosso compromisso com nossa fé e com os baianos. Não me preocupo com o que vai acontecer ou deixar de acontecer no cortejo de nossos adversários".

(Foto: Secom/PMS)

***

Regado na cevada
O motorista de aplicativo Tarcísio Rocha Almeida, 30, já é 'useiro e veseiro' na lavagem. Já na sua 13ª participação, em nenhuma delas deixou de lado suas duas companheiras inseparáveis: a fé e a cerveja. "Já vim preparado. Saí de casa e bati aquele feijão pra dar 'sustança', e tô desde 7h da manhã aqui no pique. Sempre me 'hidratando' porque a caminhada é longa", diz ele que não sabe definir em qual estado chegará na Colina Sagrada.

Foto: Gabriel Moura/CORREIO

***

“Temos uma série de desafios este ano. Obras e ações para melhorar a vida dos baianos, como por exemplo o início da elaboração do projeto de construção da ponte Salvador-Itaparica. Hoje, neste dia de fé, venho agradecer e pedir ao Senhor do Bonfim que continue nos ajudando e caminhando junto com o povo da Bahia. Que ele nos proteja”, disse o vice- governador João Leão, que representa o governador Rui Costa na lavagem do Bonfim 2020. 

Foto: Elóio Correa/ Secom/Divulgação


***

7h43
Guardiões da imagem do Senhor do Bonfim

Esses são os guardiões da imagem, grupo criado esse ano para ajudar a levar a figura do Senhor do Bonfim, que segue o percurso num carro ao invés de um andor. Cada lateral do carro tem 25 dessas pessoas, que com tecidos simulam o movimento de ondas do mar.

***

Bonfim também é política
A programação oficial e completa da inauguração do Centro de Convenções de Salvador será divulgada nesta sexta-feira (17), segundo o titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Claudio Tinoco contou para a repórter do CORREIO, Thais Borges, na Lavagem do Bonfim. O show de Claudia Leitte, anunciado ontem pelo prefeito, será na parte externa. 'Vai ter programação para criança e toda família. Do lado de fora cabem 20 mil pessoas, mas o público no dia da inaguração pode ser maior".

***

7h06
Imagem peregrina na festa!

A Lavagem de Corpo e Alma, promovida pela Basílica do Senhor do Bonfim, leva a imagem peregrina até a Colina Sagrada. O grupo sai antes do cortejo oficial

(Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO)

***

Quem tem fé vai a pé?
im, mas vai correndo também. Nosso repórter Bruno Wendel é todo fitness e aceitou o desafio de fazer a cobertura deste ano correndo - literalmente! Acompanhe a aventura dele no Instagram (@correio24horas)
 

***


Carro alegórico leva réplica da imagem do Bonfim em cortejo (saiba mais)

Foto: Hilza Cordeiro/CORREIO

***

Tem que botar o gloss...
Além da fé, o trio de amigas crossfiteiras encara os 8 km com muito charme. "Tem que ter básico: protetor solar, xuxinha para amarrar o cabelo, protetor solar e um gloss", brincaram Karla Borges, 35, administradora, Ariela Serra, 32, servidora pública e Daniela Barreto,  33, servidora. 

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

Bahia de todos os axés...
O tradiocional traje branco, conhecido mundo a fora, pode ser deixado no guarda-roupas. O motivo é plausível e abençoado. "Esse ano quem rege é  Iansã e Oxalá. O vermelho está  reinando", avisa a baiana Índia Flores. "Ano passado foi azul", acrescentou.

Foto: Bruno Wendel/CORREIO


 

***

A Lavagem é para todos
Tetraplégica, Angelina Nascimento, 55, é pioneira nas corridas no dia da lavagem. E hoje tem um sentido, um gosto especial.

"Completo 16 anos correndo na Lavagem. É o primeiro  desafio do ano, pois enfrento muitos todos os dias. Sou tetraplégica  há 20 anos e só tenho a agradecer  a Deus pela vida e saúde", disse.

(Foto: Bruno Wendel/CORREIO)

***

Quem vai de bike?
E percurso pode contar com uma ajudinha  ... "É mais suave ir de bicicleta. Cansa beeeem menos. É menos esforço e a gente chega mais cedo", disse o ciclista Tiago Alves, 32.

(Foto: Bruno Wendel/CORREIO)

***

Sambar para aguentar!

A roda de samba Mirante de Irará também participa da Lavagem nesta quinta. "É  tradição", disse Andréa  de Jesus dos Santos, 41. E ela acrescenta: "para aguentar o percurso, tem que ter molejo e samba no pé para enganar o cansaço".

***

Cada um no seu ritmo
Para eles, chegar lá é o mais importante. Não importa se correndo, trotando, andando ... " Ou rastejando. O mais importante  é participar", disse Valdir Humberto Campos, 69. A mulher dele, que também  irá "correr" lembra dos tempos aureos da festa. "É a primeira na corrida, mas fui bi campeã do concurso de carroça. Era estilosa. No segundo ano que ganhamos, montei uma igreja do Bonfim", lembrou Sônia Araújo, 68, ao lado da amiga, Graça Santos,60. 

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

Alonga tudo! Afinal, são 8km...
E o aquecimento não podia ser em outro lugar. Em frente às escadarias da Basílica da Conceição da Praia os triatletas se preparam para percorrerem os 8km até  a Colina Sagrada. "Corro há 15 anos, mas não participo do profano. Quando chego  ao Bonfim, agradeço  e volto", disse Fabiano Marques, 45. Com ele estão  Henrique Paraguaçu, 36, e Lucas Gavazza, 36.

Foto: Bruno Wendel/CORREIO


***

Muito axé! 
Axé no peito e no coração. É assim que um grupo de amigas de uma empresa petroquímica participa pela primeira vez da lavagem do Bonfim. Resolveram fazer a estreia na festividade correndo. "Hoje, é só mentalizar coisas boas e seguir em frente", disse  Caroline Rocha, uma das corredoras. O grupo ainda tem Andréa Andrade, Mariana Harfush, Ana Lúcia Santos, Simone Guedes e Jouse Souza. 

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

Fé  e fantasia
Corredor há 15 anos, esta é a terceira fez que José Araújo  Filho,  65 anos, encarna o padre na Lavagem do Bonfim. Para ele  o personagem é mais uma demonstração  de fé. "Sou católico e me sinto gratificado por isso. A minha fé só aumenta". 

Foto: Bruno Wendel/CORREIO

***

5h30
A fé começa mais cedo para quem é fitness. A turma da geração saúde já está na porta da Basílica da Conceição da Praia se preparando para correr. Grupos de corrida e de academias participam do cortejo bem antes da procissão oficial sair em direção ao Bonfim. 

Foto: Bruno Wendel /CORREIO

***

CORREIO Arte

Leia também: Lavagem terá 49 grupos musicais, blocos e agremiações

Fique ligado no trânsito!
Haverá interdição de várias ruas, além de proibição de estacionamento e inclusão de postos de atendimento ao longo de todo o percurso. A Transalvador instalou 74 barreiras de trânsito fixas na noite dessa quarta e outras 24 barreiras de trânsito móveis foram instaladas no percurso, pela manhã, permitindo apenas a passagem de veículos autorizados e de serviços públicos.

Vai e volta de buzu? 
A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informou que haverá reforço das linhas de transporte coletivo. Todas as linhas de ônibus devem operar com 100% da frota. Na volta pra casa, 19 das linhas que atendem à região terão horário de atendimento prolongado até 0h. Além disso, 36 veículos extras ficarão à disposição para a frota reguladora – assim, podem entrar em operação a depender a demanda. 

CORREIO Arte

A cobertura do CORREIO de Festas Populares da Bahia tem patrocínio da Claro e apoio institucional da Prefeitura de Salvador

*Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/de-arrepiar-jovens-percursionistas-fazem-apresentacao-no-centro-historico/
Dança, moda e artes plásticas também fazem parte do Coisas do Sim, do Projeto Axé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/paraguai-extradita-brasileiro-acusado-de-liderar-contrabando-de-cigarro/
Preso desde março de 2019, Luiz Henrique Boscatto foi entregue à PF na Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/papa-manda-mensagem-as-familias-das-vitimas-de-brumadinho/
Pontífice lembrou 1 ano da tragédia, completado neste sábado (25)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-e-entenda-o-brexit-o-divorcio-do-reino-unido-da-uniao-europeia/
Prazo final para saída dos britânicos do bloco é dia 31 de janeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cena-de-terror-diz-jovem-que-salvou-irma-de-ser-atingida-por-predio-em-narandiba/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lore-improta-e-taby-lancam-nova-musica-pipoca-veja-clipe/
O balé da produção é composto por crianças da periferia de Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vanessa-da-mata-faz-show-de-novo-disco-na-concha-acustica/
Apresentação acontece neste domingo (26), às 19h, e também relembra sucessos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-esperar-de-regina-duarte/