Leveza espiritual: o médium baiano José Medrado é um dos mais populares do Brasil

salvador
26.08.2011, 09:52:00
Atualizado: 26.08.2011, 10:11:08

Leveza espiritual: o médium baiano José Medrado é um dos mais populares do Brasil

Hoje, além de comandar a Cidade da Luz, o médium baiano apresenta um programa de televisão

Camila Mello | Redação CORREIO
camila.mello@redebahia.com.br

Ninguém nunca soprou no ouvido de José Medrado, 50 anos, que ele deveria se tornar um guia religioso ou criar um centro espírita. Mas, ao decidir por isso, quando tinha apenas 17 anos, sem o apoio da família,  ele deu início a um trabalho que o tornaria uma das personalidades mais populares do espiritismo do Brasil, já tendo visitado diversos países da Europa e das Américas para divulgar a doutrina.


José Medrado defende uma maior naturalidade para lidar coma espiritualidade

Hoje, além de comandar a Cidade da Luz, complexo que oferece assistência médica, religiosa, além de uma escola e um orfanato, o médium baiano apresenta um programa de televisão com transmissão para a Bahia, Minas Gerais e São Paulo,  um programa de rádio, e ainda publica uma coluna semanal em um jornal da cidade.

“Nada disso eu almejei para mim. As coisas foram acontecendo. Mas acho que, talvez, eles (os espíritos) quisessem que alguém expandisse essa forma mais leve de conviver com a espiritualidade”, diz Medrado, que viu um espírito pela primeira vez - o da avó que morreu antes dele nascer - aos 7 anos.

Descontração  
E foi justamente essa forma descontraída de pregar o espiritismo que o fez tão querido e respeitado.  Em suas sessões ou nos programas que apresenta, entre uma reflexão e outra, Medrado  comenta sobre política, fala sobre as novelas, faz piada, batuca na mesa, põe músicas e já  chegou até a recomendar um médico para um homem que acreditava estar  dominado por espírito obsessor.  
 
“Aos poucos, fui quebrando alguns paradigmas. Mas as discussões precisam ser mesmo mais naturais. Vivemos num mundo plural e temos diversas formas de conversar. Mas é preciso ter cuidado para não fantasiar e confundir as coisas. E também ter respeito por todas as religiões”, explica o médium, que, por sinal,  usa um anel de São Jorge e decora seu escritório - que serve também para gravação de seu programa televisivo  - com um quadro de Preto Velho, entidade da umbanda.

“Este anel é lindo, não é?  Recebo muitos presentes de todas as religiões. Desde esse anel até uma estátua de São Francisco de Assis de quase um metro, que está lá em casa.   Já ganhei também um terço muçulmano e o torá judeu”, revela.

Encontros  
Talvez por conta desse diálogo com todas as religiões, Medrado consiga reunir até duas mil pessoas nos encontros mensais, chamados de Combaiá, que realiza na Cidade da Luz, em Pituaçu, sempre na primeira terça-feira do mês. Entre os frequentadores estão os cantores Mariene de Castro e Tuca Fernandes.



“Conheci Medrado em 2000.  Sonhava com minha avó me levando para um lugar especial. E quando entrei na Cidade da Luz pela primeira vez reconheci o lugar do sonho e tive uma crise de choro”, conta Tuca, que a partir daí começou a frequentar o centro. “Nunca fui lá para não ouvir uma mensagem que não precisasse. Ele merece todo meu respeito”, diz.

Mas não é só durante as sessões que Medrado dá conselhos. Além dos e-mails, uma média de 100 por dia, ele liga para algumas pessoas que deixam o número de telefone nas mensagens.

“Nem sempre elas acreditam que sou eu, mas depois relaxam e querem até virar amigas e passar horas no telefone. Mas também faço o seguinte: tenho um celular velhinho só para isso e nunca atendo ligações nele (risos). Se atender toda vez que toca, eu não vou ter tempo para mais nada”, confessa.  



Jornada dupla  
Medrado tem uma rotina bem corrida. Além de administrar a Cidade da Luz,  ele é formado em Letras pela Universidade Católica e trabalha no Tribunal Regional do Trabalho com projetos sociais. Ele acorda todos os dias às 6h e  vai dormir às 23h.

Por isso, resolveu contratar um motorista para ganhar tempo e dar conta dos e-mails em um notebook, enquanto se desloca de um lugar para o outro. “Só consigo descansar dia de sexta-feira. É dia de cinema, pizza e petit gateau. Preciso recarregar as energias”, brinca.

Mediunidade na juventude
No mesmo dia em que descobriu na escola o que era mediunidade, aos 15 anos,  José Medrado foi com o professor a um centro espírita. Dois anos depois, fundou o próprio, em uma casa no Uruguai, até construir uma estrutura maior em Pituaçu, onde hoje funciona a Cidade da Luz.


O complexo Cidade da Luz abriga centro espírita, abrigo e escola

“Eu era jovem, mas estava certo do que queria, mesmo que minha família, católica radical, não concordasse muito. Eles não entendiam o que era isso e eu cheguei a esconder que via as pessoas para não me internarem”, conta ele, que vem de origem humilde e morou durante toda a infância na Ladeira da Preguiça, onde começou a trabalhar lavando carros.

Hoje, o complexo, sem fins lucrativos, é composto pelo Centro Espírita Cavaleiros da Luz, Abrigo Lar Luz do Amanhã, Pavilhão Assistencial Francisco de Assis, Escola Carlos Murion e Núcleo Assistencial, que, em 2010, fez mais de 240 mil atendimentos.

Toda a estrutura é mantida por doações, convênios com o governo do estado e com a prefeitura, além de vendas de livros psicografados por Medrado.

O último deles é  Para Melhor Compreender a Vida - Apontamentos de Psicologia, ditado pelo espírito do psicólogo Pablo Duran e lançado recentemente.  Medrado também psicopictografa quadros.

“Em 1988, Renoir disse que queria trabalhar comigo para ajudar o orfanato, transformando tintas em pães. Não achava que era possível, porque não sabia nem desenhar. Mas, hoje, mais de 100 pintores pintam através de mim”, revela o médium. Alguns de seus quadros já chegaram a ser vendidos por até
R$ 10 mil.

Cidade da Luz
A Cidade da Luz está localizada na Rua Barreto Pedroso, nº 295, em Pituaçu. As palestras acontecem segundas e quintas, às 20h; terças, 19h30; e domingos, às 8h30. A primeira terça-feira do mês é dia de uma reunião especial, chamada Combaiá, às 19h30. Há também atendimento médico, cursos e reuniões. Mais informações pelos telefones 3363-5538 e 3363-5161.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/girassol-whindersson-nunes-e-priscilla-alcantara-lancam-musica/
A música já está disponível em plataformas digitais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/carolina-ferraz-diz-que-nao-vai-mais-atuar-em-novelas/
Ela diz que vai continuar atuando em filmes e minisséries
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ufrb-aluno-diz-que-recusou-prova-de-professora-negra-por-questao-de-energia/
Vídeo mostra Danilo com mala e sacola conversando com delegado e professor na Rodoviária de Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/meu-deus-do-ceu-mataram-morador-gravou-morte-de-suspeito-de-assalto/
Comparsa foi agredido; população evitou roubo de carro na Ribeira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vencedor-do-festival-de-berlim-synonymes-estreia-em-salvador/
Longa-metragem narra história de um soldado israelense que foge para Paris
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/suspense-em-familia-a-moda-de-agatha-christie/
Com três indicações ao Globo de Ouro, Entre Facas e Segredos revive o velho e bom clima de “quem matou?”
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-acusado-de-racismo-tentou-usar-cota-para-entrar-na-ufrb/
Ele teve o pedido negado, mas tentou recurso para conseguir vaga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-e-hostilizado-em-residencia-vamos-ver-com-quantos-paus-se-mata-um-racista/
Caso ocorreu na residência universitária onde morava o estudante que se recusou a receber prova de professora negra
Ler Mais