Liga dos Campeões chegam às semifinais; o que esperar dos jogos?

esportes
27.04.2021, 11:04:00
Dupla Neymar e Mbappé é a esperança do PSG diante do Manchester City (Reprodução/Twitter @ChampionsLeague)

Liga dos Campeões chegam às semifinais; o que esperar dos jogos?

Paris Saint-Germain, Manchester City, Real Madrid e Chelsea buscam título continental

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O clima não é dos mais amistosos nos bastidores do futebol europeu, por causa do anúncio e posterior debandada dos clubes da Superliga. Paralelo a isso, a Liga dos Campeões se afunila cada vez mais e as semifinais enfim vão começar. Nesta terça-feira (27), Real Madrid e Chelsea se enfrentam na Espanha, enquanto o aguardado confronto entre Paris Saint-Germain e Manchester City acontece na quarta (28). Os dois jogos começam às 16h.

Essas são as partidas de ida das semifinais. Os confrontos de volta acontecem na próxima semana. O gol fora de casa é critério classificatório na Liga dos Campeões, que terá sua final no dia 29 de maio, no estádio Olímpico Atatürk, em Istambul, na Turquia.

Entre os semifinalistas, há 14 títulos, mas sem equilíbrio algum na divisão: todos estão no mesmo confronto, e 13 taças concentradas apenas no Real Madrid, maior vencedor do torneio. Com isso, a edição atual será a terceira consecutiva com um finalista na busca por um título inédito. O próprio PSG (2019-20) e o Tottenham (2018-19) foram os outros times a chegar. Ambos perderam a decisão. 

Confronto de milionários
Os dois principais projetos do futebol europeu - e mundial - nos últimos anos vão, enfim, se enfrentar na Liga dos Campeões, e um deles estará na final. PSG e Manchester City já conseguem ter grande domínio nos respectivos campeonatos nacionais, mas ainda não chegaram no passo maior para serem considerados gigantes do continente. O PSG bateu na trave ano passado (foi derrotado pelo Bayern na final), e o City corre atrás da primeira decisão de Champions de sua história.

Por falar no time inglês, ele chega para o primeiro jogo da semifinal embalado por mais um troféu nacional: o tetracampeonato da Copa da Liga Inglesa, conquistado domingo (25) com 1x0 diante do Tottenham. O time de Manchester se tornou o maior campeão do torneio, ao lado do Liverpool, com oito taças. Além disso, vive uma temporada iluminada na Premier League, onde é líder com dez pontos de vantagem e a conquista parece apenas questão de tempo.

Realmente a grande pedra no sapato de Pep Guardiola à frente do time inglês é a Champions. Bicampeão com o Barcelona, o treinador jamais havia chegado na fase semifinal desde que chegou à Terra da Rainha, no início da temporada 2016/17. Veja o histórico de eliminações do City em cada temporada:

2016/17: Monaco - oitavas de final
2017/18: Liverpool - quartas de final
2018/19: Tottenham - quartas de final
2019/20: Lyon - quartas de final

Para superar essas eliminações precoces, os citizens vão contar principalmente com a inteligência e controle de jogo de Kevin de Bruyne no meio campo. O belga pode ser considerado o fator desequilibrante do time inglês, com suas 17 assistências e oito gols na temporada. Outra figura que vale prestar atenção é o alemão Gündogan, que vive grande temporada e é o artilheiro do City, com 16 gols, seguido do jovem atacante Phil Foden, com 14.

Do outro lado, os parisienses contam com a ótima temporada de Mbappé e o crescimento do jogador nas partidas eliminatórias. Só na fase mata-mata da Champions, o francês anotou seis gols, incluindo um hat-trick contra o Barcelona nas oitavas de final. Ao todo, são 37 gols marcados em 42 jogos da atual temporada, além de dez assistências. Mbappé, claro, divide protagonismo com o brasileiro Neymar, em especial na competição europeia, na qual o brasileiro tem seis gols e três assistências, com direito a bela atuação contra o Bayern nas quartas de final, especialmente no primeiro jogo.

Engana-se quem pensa que a força do PSG se resume ao ataque. Os franceses terão o retorno de Marquinhos na zaga, após ele ser desfalque no jogo da volta das quartas de final. Além disso, espera-se mais uma grande atuação do goleiro Keylor Navas, um dos principais nomes do time no torneio e cujo desempenho foi fundamental para garantir a classificação contra o Bayern. O costa-riquenho renovou contrato com o clube até 2024 e tem a seu favor o fato de jamais ter perdido uma eliminatória de Liga dos Campeões dentro do campo, apenas como reserva. A única "eliminação" de Navas no torneio foi justamente a final da temporada passada. 

Duelo das 14 taças
Se uma semifinal terá o embate de dois times buscando o título inédito, a outra coloca frente a frente o maior campeão do torneio e o campeão inédito mais novo. Assim como PSG e City, o Chelsea foi comprado e se tornou milionário no século 21, mas já conseguiu seu primeiro título da Orelhuda, em 2012. Com uma tabela acessível na atual temporada, os Blues buscam o bicampeonato, com a possibilidade de fazer uma final inglesa contra o City. Seria a terceira decisão de Champions da equipe londrina.

A chegada entre os quatro melhores do continente passa pelo trabalho do treinador Thomas Tuchel. Ex-PSG, o alemão chegou a Londres em janeiro deste ano e perdeu somente dois jogos em 21 disputados. A defesa se tornou um dos pontos fortes da equipe, que levou apenas nove bolas na rede no período e ficou sem levar gol em 16 partidas. 

O adversário dos ingleses carrega a tradição do torneio do qual é o maior campeão. Assim como seu adversário, o Real Madrid também evoluiu durante a temporada, a ponto de não ser derrotado no Campeonato Espanhol desde janeiro (foi a única derrota do clube no ano na liga). O Real briga com Barcelona e Atlético de Madrid pelo bicampeonato nacional.

Já na Champions, o time de Zinédine Zidane teve que lidar com a ausência de seu capitão Sergio Ramos para passar de Atalanta e Liverpool no mata-mata. A ausência do zagueiro costuma ser um problema para o time, visto que foi eliminado em jogos em que Ramos foi desfalque. Em postagem feita na segunda-feira (26), o clube confirmou que o defensor não joga a primeira partida das semifinais.

Por outro lado, tem boa notícia para os apegados à famosa "Lei do Ex": o belga Eden Hazard, que teve passagem de sucesso pelo Chelsea, voltou a ser relacionado na Liga dos Campeões após se recuperar de lesão e entrar no jogo do fim de semana contra o Betis, pelo Espanhol. Os merengues contam também com o poderoso trio de meio-campo formado por Casemiro, Modric e Kroos, além de Vinícius Júnior, herói da classificação contra o Liverpool, com dois gols.

SERVIÇO

Jogo: Real Madrid x Chelsea
Data: 27/04, terça-feira
Horário: 16h
Local: Estádio Alfredo di Stefano, Madri, Espanha
Transmissão: TNT, Estádio TNT Sports e Facebook da TNT Sports

Jogo: Paris Saint-Germain x Manchester City
Data: 28/04, quarta-feira
Horário: 16h
Local: Estádio Parc des Princes, Paris, França
Transmissão: TNT, Estádio TNT Sports e Facebook da TNT Sports



*Sob orientação do editor Herbem Gramacho

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas