Liverpool massacra o vice-líder do Inglês e segue invicto

esportes
26.12.2019, 19:09:00
Atualizado: 26.12.2019, 19:14:24
Lateral do Liverpool, Alexander-Arnold foi o nome do jogo com duas assistências e um gol (Foto: Oli Scarff/AFP)

Liverpool massacra o vice-líder do Inglês e segue invicto

Brasileiro Roberto Firmino marcou dois gols na partida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

É bonito de ver o Liverpool jogar. Mesmo com a sequência desumana de oito jogos em um mês, mesmo diminuindo um pouco a intensidade... ainda assim, se tem os Reds em campo é quase certeza de bom futebol. Pode vir de todos os lados, como foi na final do Mundial de Clubes, contra o Flamengo, na última semana. Ou pode ser um atropelo como foi o protagonizado pelo time de Jürgen Klopp nesta quinta-feira (26) de Boxing Day.

Os atuais campeões do mundo foram até o King Power Stadium enfrentar o Leicester e simplesmente massacraram o vice-líder da Premier League. Capitaneados por Trent Alexander-Arnold, o Liverpool venceu por 4x0 em partida que teve dois gols do brasileiro Roberto Firmino. Com o resultado, o time pulou para os 52 pontos: 13 a mais do que o somado pelo próprio Leicester, que ainda pode ser ultrapassado pelo Manchester City na rodada.

O Liverpool fecha o primeiro turno da Premier League com 17 vitórias e um empate. Tem só 18 jogos, e não 19, porque o confronto com o West Ham, pela 18ª rodada, foi adiado devido à participação no Mundial de Clubes e ainda não tem data marcada.

O jogo

Até enfrentar o Liverpool, o Leicester tinha sofrido apenas 5 gols nos 9 jogos que fez dentro de casa em toda a competição. Os primeiros minutos de jogo indicavam que esse número iria aumentar um pouco. Os Reds não deixaram os donos da casa jogar. Antes dos 30 minutos, Salah já havia perdido um gol sem goleiro e Mané desperdiçou oportunidade de frente para Kasper Schmeichel.

Só que aos 31, Firmino mudou a sina e abriu o placar. Trent Alexander-Arnold deu fez um lindo cruzamento e o brasileiro cabeceou para o gol.

Segundo tempo
Na etapa complementar, a vitória se tornou massacre. Aos 25, o zagueiro Soyüncu meteu a mão na bola e a arbitragem marcou pênalti. James Milner tinha acabado de entrar e cobrou com categoria para ampliar.

Três minutos mais tarde, Alexander-Arnold deu outra assistência para Firmino. O camisa 9 dominou a bola com carinho antes de colocar a bola no ângulo de Schmeichel.

Faltava o gol do lateral direito de 21 anos. Por tudo que tinha feito no jogo. E ele fez. Quatro minutos após o terceiro gol, recebeu na direita e bateu seco para fechar o placar. Um alívio para a torcida do Leicester, que não viu seu time chutar uma bola sequer na direção do gol de Alisson durante os 90 minutos.

O Liverpool fecha o primeiro turno da Premier League com 17 vitórias e um empate. Tem só 18 jogos, e não 19, porque o confronto com o West Ham, pela 18ª rodada, foi adiado devido à participação no Mundial de Clubes e ainda não tem data marcada para acontecer.

*com supervisão do editor Herbem Gramacho

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas