Livro conta detalhes pouco conhecidos sobre a China

entretenimento
07.02.2022, 13:35:00
Capa do livro “China Impressões: Cultura e Natureza” (Foto: Divulgação)

Livro conta detalhes pouco conhecidos sobre a China

Publicação fala sobre história, cultura, natureza e outras peculiaridades que destacam o país no cenário mundial

Os florescentes intercâmbios econômicos e culturais entre a China e o Brasil despertam cada vez mais a curiosidade de brasileiros sobre o gigante país asiático. Inspirada pela temática atual, a Bela Vista Cultural, editora que segue um conceito focado em cultura, educação e sustentabilidade, desenvolveu o projeto “China Impressões: Cultura e Natureza”, evidenciando as características diversas da nação mais populosa do planeta.

A ação cultural foi desenvolvida por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da empresa CMOC Brasil - companhia de origem chinesa que atua no setor de mineração e no beneficiamento de minerais essenciais para o desenvolvimento da indústria e da agricultura. Foram mais de 15 profissionais envolvidos na inédita produção editorial. 

“Nosso objetivo é incorporar o público ao universo cultural e ambiental da China contemporânea, abordando sua história ancestral e as paisagens naturais do país”, diz Renan Cyrillo, diretor executivo da editora Bela Vista Cultural.

(Ilustração: Erick Pasqua)
(Ilustração: Erick Pasqua)

A publicação aposta em muitas imagens, de diversos tipos: fotografias e ilustrações em aquarela, que dividem o livro em duas partes. A primeira aborda o encontro da tradição com a modernidade, levando o leitor aos principais aspectos formadores da China atual. Nela é apresentada a história e a diversidade do país, do minimalismo presente na sua arte ao crescimento econômico das últimas décadas.

Já a segunda parte aborda os aspectos culturais e o patrimônio natural preservado e encontrado em diferentes regiões e cidades chinesas, repletas de particularidades e histórias, da China Imperial ao mundo moderno e tecnológico, além de curiosidades como os Patrimônios da Humanidade declarados pela Unesco, que ao todo somam 56 sítios, sendo 38 culturais, 14 naturais e 4 mistos.

Destes, dois dos principais e mais conhecidos no mundo todo são a Grande Muralha da China, que teve sua construção iniciada na dinastia Qing, para proteger o país de invasões estrangeiras, e a Cidade Proibida, em Pequim, que durante as dinastias Ming e Qing foi a moradia de muitos imperadores.

Conciliando o lançamento ao início do Ano Novo chinês, que em 2022 será regido pelo Tigre, o projeto deverá contemplar a realização de apresentações em escolas e entidades parceiras, além de criar uma exposição fotográfica virtual, com o objetivo de conversar sobre os laços culturais que unem a China e o Brasil.


 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas