Livro traz histórias, dicas e receitas deliciosas do chefe Claude Troisgros

entretenimento
02.12.2018, 06:00:00
Claude Troisgros (Divulgação)

Livro traz histórias, dicas e receitas deliciosas do chefe Claude Troisgros

Completando 40 anos anos de Brasil, o chefe e apresentador compartilha seus segredos com o público

Desde que chegou ao Brasil, em 1979, o chefe francês Claude  Troisgros cultiva  um hobby que o ajuda a manter o equilíbrio: fazer longas viagens, ultimamente de moto, para conhecer o Brasil mais profundo. É quando descobre  ingredientes, experimenta novos pratos e se hospeda na casa de pessoas que não têm ideia de quem ele é.   

Com a projeção que a televisão tem lhe dado, tem sido difícil manter o anonimato - principalmente nas grandes cidades - mas Claude diz que esses mergulhos renovam sua energia. “A ideia dessas viagens é desligar um pouco do mundo, de minha bolha, da Zona Sul carioca, dessa comida mais gurmetizada”, explica o chefe. Na última, que vai virar documentário, ele seguiu o curso do Rio São Francisco. 

viagem
Claude em 1980,  um ano após ter chegado ao Brasil: viagens para conhecer os sabores do país (Foto: Acervo pessoal)

A mesma ideia de troca o inspirou  a contar suas memórias e compartilhar com o público  suas receitas favoritas no livro Claude Troisgros - Histórias, Dicas e Receitas (Sextante), que chega às livrarias esta semana.

O livro conta um pouco da história dos Troisgros, uma das famílias mais importantes da gastronomia francesa - que ajudou a criar a nouvelle cusine francesa e mantém, desde os anos 50, um restaurante três estrelas no Guia Michelin; fala da opção de Claude em ficar no Brasil e sua busca por uma cozinha com identidade franco-brasileira. 

“Hoje, 40 anos depois, já existe o que se pode chamar ‘nova cozinha brasileira’: a utilização da técnica francesa valorizando o produto brasileiro. E fui um dos primeiros a fazer isso, a dar valor ao que temos aqui”, anota.
   
Claude veio para o Rio  comandar o primeiro restaurante “genuinamente” francês da cidade, o Le Pré Catelan, no Rio Palace Hotel. Além de ter casado com uma brasileira e ter tido dois filhos, ficar por aqui, reflete, foi uma oposição a voltar  para a “pequena, fria e cinzenta” Roanne, sua cidade natal.
 
Afetividades

Na segunda parte, a publicação segue com as dicas e segredos preciosos do chefe, que vão   desde a escolha da melhor panela (que para ele é a de ferro) até a indicação de  qual a melhor erva para determinado preparo.  Ou, ainda, a tradução, em linguagem simples, de técnicas como branquear, confitar, deglaçar  e aromatizar. 

Como ele não queria fazer apenas um livro de receitas, pinçou 42 (número de sua cidade na França), as “preferidas  nestes anos no Brasil”. Entre elas está a de biscoito de povilho ao curry,  servido como entrada nos seus cinco restaurantes. Claude conta que,  desde que provou a iguaria, encasquetou que faria o seu próprio. 

No começo,  a ideia não foi muito bem recebida por frequentadores de restaurantes chiques como o Olympe, mas aos poucos pegou. O sucesso é tanto que ele acaba de lançar uma versão  para  venda nos grandes supermercados.   

Cozinha aberta 

A apresentação do livro e de seis receitas escolhidas a dedo aconteceu no mais novo restaurante comandado por ele, o charmoso bistrô Chez Claude, no Leblon, onde, de alguma maneira,  o chefe volta ao início da carreira no Brasil e tenta ficar mais próximo do público.    

Ele conta que quando viu o espaço, que fica na mesma rua em que montou o Roanne,    seu primeiro restaurante, em 1982, não resistiu. “É uma volta há 40 anos, um restaurante pequeno, com apenas 30 lugares e cozinha 100% aberta. Era um sonho antigo ter um restaurante em que o salão e a cozinha fosse uma coisa só, tem uma energia muito boa”, garante.

Dividido entre muitos projetos, o sempre simpático Claude diz que, quando está no Rio, tenta ficar o máximo de tempo por lá. Quem sabe você não dá a sorte de comer o delicioso filé de cherne com banana caramelizada preparado pelo próprio Claude, bem ali na sua frente?  
      
 

batista
Claude e Batista: parceria já dura 40 anos e é sucesso na televisão (Foto: divulgação)

Viagem de Claude vira filme no GNT

Documentário  Depois dos programas Que Marravilha! e The Teste Brasil, Claude Troisgros se prepara para experimentar um novo formato na telinha: uma espécie de reality que mostrará sua última viagem.

Batizado de Os Cinco Sentidos de Claude Troisgros, o programa  registra  uma viagem de moto ao longo do Rio São Francisco, na qual visitou mercados populares e personagens que conheceu  pelo caminho. O filme, de uma hora e meia, deve ir ao ar, em janeiro, no GNT. “Foi feito sem roteiro e muito naturalmente. Tem tudo a ver com minha filosofia de vida”, resume.
 

Cada vez mais à vontade na TV, o chefe diz que tem muito prazer em apresentar o programa Que Marravilha!, ao lado do parceiro Batista; ou de ser jurado do The Taste. “Nunca corri atrás, mas dizem que sou um câmera friendly”, diz Claude,  que começou apresentando um quadro, em 1983, quando a gastronomia ainda era coisa rara na TV Brasileira.

 Com João Batista Barbosa de Souza, já são muitas temporadas no ar. Os dois se conheceram nos anos 70, quando  Claude precisava de um lavador de pratos para seu primeiro restaurante. Com a cozinha também no sangue, o paraibano foi ganhando espaço e tornou-se sous-chefe e depois chefe de restaurante Olympe. E agora se prepara para ter o seu próprio empreendimento, o Chez Batista, bem ao lado do Chez Claude, no Leblon.

capa


FICHA

Livro: Claude Troisgros: Histórias, Dicas e Receitas

Autor: Claude Troisgros

Editora: Sextante

Preço: R$ 149 (320 páginas)



* A jornalista viajou ao rio a convite da editora Sextante


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas