Luiz Caldas revela não gostar de bebida e que só fuma maconha: ‘não considero droga’

entretenimento
25.10.2021, 19:42:58
(Henriqueta Alvarez/ Divulgação)

Luiz Caldas revela não gostar de bebida e que só fuma maconha: ‘não considero droga’

Cantor diz que utiliza a substância porque o deixa ‘tranquilo’

O cantor, compositor e multi-instrumentista Luiz Caldas, 58 anos, que foi indicado ao Grammy Latino 2021 com o álbum "Sambadeiras", revelou em entrevista ao jornal O Globo que faz uso de maconha e diz não considerar a substância uma droga.

Questionado sobre se não bebia nem fumava nada, o cantor respondeu: “Só maconha, que me deixa tranquilo, totalmente diferente do que os leigos acham. Porque é uma planta, não considero droga. É uma hipocrisia gigante fazerem propaganda de álcool e condenarem a maconha. A pessoa que bebe fica agressiva. Nunca vi um maconheiro deitado na sarjeta.”

O precursor do axé music, ainda disse ao jornal que se sente reconhecido e que marca presença na história da música brasileira. 

“Com toda a humildade, eu sou Luiz Caldas. As pessoas conhecem. Muito gostam, outros desgostam, mas existo. E o melhor é que ainda vou fazer 60 anos, o que para os padrões atuais, é muito jovem. Na época que eu tinha 12 anos, quem tinha 40 era um coroa, velho mesmo. As coisas mudaram, e eu me cuido legal, sou super saudável. Não como carne, não bebo, não fumo...”, declarou o artista feirense.

Em “Sambadeiras”, Luiz Caldas mergulha no Samba de Roda do Recôncavo Baiano, reconhecido pela Unesco como Patrimônio Cutural Imaterial da Humanidade, com dez faixas que o músico dedica aos artistas da região, em especial ao cantor, compositor, violonista e grande conhecedor da cultura popular da Bahia, Roberto Mendes. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas