Luxemburgo vai ser submetido a cirurgia para retirada da vesícula

esportes
24.06.2020, 21:07:47
Atualizado: 24.06.2020, 23:26:40

Luxemburgo vai ser submetido a cirurgia para retirada da vesícula

Anúncio foi feito pelo próprio treinador em suas redes sociais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, será submetido a uma cirurgia na vesícula, nesta quinta-feira, às 7 horas, no Hospital São Luiz. O anúncio foi feito pelo próprio treinador, nesta quarta-feira, em suas redes sociais.

Segundo Luxemburgo, ele teve uma crise na semana passada e sentiu fortes dores na vesícula, precisando se dirigir ao hospital, onde foi determinada a cirurgia, que será feita pelo doutor Alexander Morrell. "Foi na quinta-feira. Foi muito doloroso, sofri bastante. Não é nada demais, vai dar tudo certo e em breve estarei de volta, trabalhando", disse o treinador palmeirense.

A cirurgia para retirar a vesícula biliar, chamada de colecistectomia, é indicada quando são identificadas pedras na vesícula após realização de exames de imagem ou laboratoriais, como o de urina, ou quando há sinais indicativos de vesícula inflamada. Assim, quando é feito o diagnóstico de pedra na vesícula, a cirurgia pode ser programada e normalmente é rápida, durando em média 45 minutos, e necessita apenas um ou dois dias de repouso e com uma recuperação para as atividades normais de uma a duas semanas.

Em novembro, quando está no comando do Vasco, Luxemburgo, de 68 anos, foi diagnosticado com câncer de pele. O treinador removeu três manchas do nariz para realizar uma biópsia, que constatou que uma delas era maligna. Ele passou por uma cirurgia de raspagem para remover o restante do material do nariz.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas