Madonna é criticada por falar muito de si em homenagem a Aretha Franklin

entretenimento
21.08.2018, 10:35:14
Atualizado: 21.08.2018, 11:33:22
(Foto: AFP)

Madonna é criticada por falar muito de si em homenagem a Aretha Franklin

O discurso foi feito durante a cerimônia do VMA 2018, em Nova York, na noite desta segunda-feira (20)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Madonna surgiu no palco do VMA 2018 da MTV para entregar o principal prêmio da noite, de Melhor ClipeE prestar homenagens à rainha do soul, Aretha Franklin. A rainha do pop completou 60 anos no mesmo dia em que Aretha Franklin morreu, na última quinta-feira (16). Porém seu longo discurso, de 10 minutos, parece ter desagrado alguns fãs de Aretha que acusaram Madonna de falar mais de si do que da homenageada.

Durante a cerimônia em Nova York na noite de segunda-feira, 20, a cantora fez um longo discurso contando como a diva do soul impulsionou a carreira dela, indiretamente. No passado, Madonna teria sido recusada para ser backing vocal de Aretha, mas executivos franceses teriam dado uma chance à rainha pop para trabalhar com Giorgio Moroder.

"Nada disso teria acontecido sem nossa dama do soul", disse Madonna. "Ela me trouxe para onde estou hoje e sei que ela influenciou muitas pessoas aqui esta noite. Quero agradecer a você, Aretha, por empoderar todas nós. R.E.S.P.E.I.T.O. Vida longa à rainha", disse Madonna.

Em 1984, Madonna se apresentou com Like a Virgin na primeira edição do VMA: "Perdi meu sapato e disfarcei na performance. Meu agente disse que aquilo seria meu fim. Bem, veja onde estou hoje", declarou a estrela, arrancando suspiros e aplausos da plateia.

MAs todo o falatório sobre sua trajetória parece ter realmente incomodado algumas pessoas. O escritor Michael Arceneaux usou seu twitter para comentar sua insatisfação:

Foto: Reprodução / Twitter

"A homenagem a Aretha Franklin é Madonna falando sobre si mesma longamente?", escreveu Michael, em tradução livre.

A premiação ainda foi questionada sobre a escolha de Madonna para prestar a homenagem, ao invés de outro artista mais ligado a Aretha. 

Foto: Reprodução / Twitter

"Seja quem for no #VMAs que deixou Madonna subir no palco e fazer uma homenagem a @ArethaFranklin ou seja lá o que foi aquilo deveria estar desempregado exatamente... agora", tuítou a cofundadora do movimento Black Lives Matter, Alicia Garza.

A apresentadora Nina Parker foi além e tuítou:

Foto: Reprodução / Twitter

"Você não desrespeita um ícone assim. Você homenageia uma lenda contando sua história ou se cala. Que audácia".

Veja um trecho do discurso aqui:


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas