Mãe Stella de Oxóssi lança canal no YouTube

entretenimento
25.09.2017, 17:56:04
Atualizado: 26.09.2017, 06:50:25
Mãe Stella fez questão de acompanhar o lançamento do canal no YouTube (Marina Silva)

Mãe Stella de Oxóssi lança canal no YouTube

Sacerdotisa fez questão de acompanhar o lançamento na manhã desta segunda (25)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Muito angustiada com os problemas do cotidiano, certo dia, a filha de santo Fernanda de Nanã chegou ao Ilê Axé Opô Afonjá e Mãe Stella lhe contou um itan (mito) sobre como Orumilá conquistou a paciência, além de fertilidade, riqueza, longevidade e sabedoria de uma única vez. “Naquele momento, a história me acalentou o coração e me deu um ânimo redobrado para vencer as dificuldades”. A sabedoria da Ialorixá e as referências da cultura iorubá estarão disponíveis no canal do YouTube Da Cabeça de Mãe Stella. O novo canal foi lançado na manhã desta segunda-feira (25), num evento que contou com a presença da sacerdotisa, além de artistas e da imprensa local. O conteúdo será disponibilizado gratuitamente na plataforma.

A ideia de lançar o canal foi da própria Ialorixá que, em virtude problemas nos olhos, passou a estudar assuntos diversos por meio dos vídeos na rede social. “Estamos jogando uma semente, uma forma de fixar a cultura iorubá para que os mais novos tenham acesso de forma correta, sem deturpar a cultura ou a fé”, disse a mãe de santo. Se mostrando ainda muito frágil do ponto de vista físico, Mãe Stella acompanhou atenta ao lançamento (a Ialorixá ficou internada em virtude de complicações cardiológicas e neurológicas no final de junho).

Mãe Stella mostrou que é uma internauta assídua; com problemas de visão, ela passou a estudar a partir dos vídeos (Foto:Marina Silva)

O canal é composto por quatro séries de programas: Artigos de Mãe Stella, com a narração feita por atores do Bando de Teatro Olodum; Me Encontro com Mãe, com depoimentos de artistas como Margareth Menezes e Gerônimo Santana; O Que Mãe Gosta, com ações cotidianas festejadas pela sacerdotisa; Luz de Mãe, com mitos iorubanos narrados por iniciados. Todos os conteúdos são exclusivos e as atualizações serão realizadas todas as quartas-feiras. Assista ao vídeo que tem a participação de Gerônimo.

Durante o lançamento do canal, foram apresentadas atualizações do aplicativo Mãe Stella: uma Vida em Movimento, lançado há quatro meses; o formato e-book do livro Ejoline, além dos relançamentos dos títulos Meu Tempo é Agora e Oxóssi, o Caçador de Alegrias. Na oportunidade, Edu Casanova mostrou as composições de Mãe Stella que foram musicadas por ele e que trazem a sabedoria por trás das brincadeiras infantis.

No mito contado por Mãe Stella a sua filha de santo, Orumilá realizou cinco ebós que alimentaram espiritualmente um enviado de Olodumaré, que voltou ao Orun (reino dos orixás) alimentado e fortificado. Agradecido, o enviado voltou ao Aiyê (Terra)e com a missão de conceder a Orumilá a escolha de uma das cinco dádivas: sabedoria, riqueza, fertilidade, paciência e longevidade. Orumilá então consultou a família, as esposas, os irmãos e cada um o aconselhava a optar por uma dádiva diferente. Por fim, Orumilá vai consultar Exú, que o advertiu sobre a importância de ter paciência. Após a escolha, o enviado volta mais uma vez para o Orun, preocupado por não conseguir voltar com as outras dádivas que, apegadas à paciência, decidiram ficar na casa de Orunmilá. Olodumaré então lembra que as dádivas eram todas apegadas à paciência e quem a escolhesse ganharia as outras também.

O lançamento do novo canal do YouTube contou com o ator Jackson Costa e com a apresentadora Rita Batista como mestres de cerimônia. Jackson começou o evento declamando a poesia de Graziela Domni e Ruy Espinheira Filho, homenageado da Feira Literária de Cachoeira esse ano. Mãe Stella foi a primeira Ialorixá a receber o título de "imortal" pela Academia de Letras da Bahia (ALB), ocupando a cadeira de número 33, que tem como patrono o poeta Castro Alves. A sacerdotisa é autora de nove livros e foi a primeira mãe de santo a escrever sobre religião. Ela também é Doutora Honoris Causa, maior honraria concedida pela Universidade Federal da Bahia (Ufba).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas