Manchester City marca no fim e garante vitória sobre o Dortmund

esportes
06.04.2021, 18:30:00
Atualizado: 06.04.2021, 18:41:41
Jogadores do City comemoram vitória sobre o Dortmund (Foto: Paul Ellis/AFP)

Manchester City marca no fim e garante vitória sobre o Dortmund

De Bruyne abre o placar, Reus empata e Foden, aos 45 minutos do segundo tempo, decreta triunfo inglês pela Champions

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em um jogo repleto de alternativas, o Manchester City venceu o Borussia Dortmund, nesta terça-feira (6), no Etihad Stadium, em duelo válido pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (14), na Alemanha, e os ingleses terão a vantagem do empate para atingirem a semifinal.

O primeiro tempo foi marcado por erros: dos jogadores e da arbitragem. Mesmo jogando em Manchester, o Dortmund procurou o ataque como se estivesse na Alemanha. Chegou a ser mais perigoso nos primeiros minutos, mas uma falha na saída de bola de Enre Can, aos 19 minutos, foi fatal para os visistantes.

Gundogan tomou a bola, tocou para De Bruyne, que lançou Foden na esquerda. O cruzamento encontrou Mahrez dentro da área. O canhoto só esperou a chegada de De Bruyne, que bateu seco para abrir o placar.

A desvantagem no placar esfriou um pouco o ânimo do Dortmund, que não contava com boa atuação do grandalhão norueguês Haaland. O jogo ficou na mão do City, que só perdeu o controle em alguns lances por falhas individuais, mas compensadas por boas defesas do goleiro brasileiro Ederson.

O primeiro tempo poderia ter ficado marcado por um grave erro do árbitro romeno Ovidiu Hategan, que havia marcado penalidade de Enre Can, mas o VAR foi eficiente e ajudou a corrigir a falha de interpretação da arbitragem.

Um lance polêmico, que não pôde ser esclarecido pelo VAR, foi o gol de Bellingham, anulado porque o árbitro considerou falta em cima de Ederson.

No segundo tempo, o Dortmund quase empatou no segundo minuto, quando Haaland, em jogada individual, trombou com a zaga do City, ganhou o lance e só para em mais uma boa defesa de Ederson O devolveram com Foden, que chutou em cima de Hitz.

Daí em diante, o jogo ficou aberto com as duas equipes criando oportunidades para marcar. O City, com De Bruyne e Foden foi mais perigoso, mas desperdiçou boas chances e foi castigado. Aos 39 minutos, o sumido Haaland deu belo passe para Reus, que empatou: 1x1.

No desespero, o City foi para o ataque e o Dortmund se fechou na defesa. Mas o talento do time inglês fez a diferença. De Bruyne descobriu Gundogan dentro da área alemã e assistência foi perfeita para Foden garantir a merecida vitória do City, aos 44 minutos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048