Maquiadora baiana vence 23º Prêmio Avon de Maquiagem

bazar
05.12.2018, 19:46:00
Atualizado: 05.12.2018, 19:59:45
(Foto: André Arthur/Divulgação)

Maquiadora baiana vence 23º Prêmio Avon de Maquiagem

Kaká Oliveira, de 28 anos, ganhou a categoria Editorial do prêmio

Há cerca de quatro anos, Kaká Oliveira saiu de Salvador para experimentar uma nova carreira. Formada em Produção em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal da Bahia, ela partiu para São Paulo com o objetivo de fazer um curso de maquiagem. “Fui com o pensamento de que se desse certo, ficaria por lá”, lembra a jovem de 28 anos que venceu na noite desta terça (4) o 23º Prêmio Avon de Maquiagem na categoria Editorial.

Foto: Divulgação
Kaká Oliveira saiu de Salvador em 2014 para começar a carreira de maqiuadora em São Paulo (Foto: Divulgação)

“Me sinto feliz e grata pelo reconhecimento do meu trabalho”, conta a maquiadora que começou a carreira trabalhando como assistente de profissionais como Helder Rodrigues e Duda Molinos. “Meu objetivo quando vim para cá era trabalhar com maquiagem de moda, durante o curso descobri que para atingi-lo eu precisava começar como assistente”, lembra. Foi então que começou a trabalhar profissionalmente em produções para marcas como Calvin Klein, Ellus, Riachuielo, C&A, além de publicações como Marie Claire e Elle.

Foto: André Arthur/Divulgação

(Foto: André Arthur - Styling: Dani Nucci - Modelo: Brenda Pivatto)

Até ano passado, quando decidiu que era a hora de seguir a carreira com suas próprias pernas, ou melhor, com seus próprios pincéis, esponjas, lápis... Em 2017, Kaká começou a assumir trabalhos próprios. “Mesmo ainda sendo assistente eu me juntava a alguns fotógrafos para fazer shoots e colocar no portifólio”, conta.  “A partir daí eu comecei a expressar o meu trabalho”, aponta a profissional.

Cadastre seu e-mail e receba novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, tecnologia, bem-estar, pets, decoração e as melhores coisas de Salvador e da Bahia:

Foi também em 2017 que ela tentou, pela primeira vez, o Prêmio Avon de Maquiagem. E chegou bem perto. Kaká foi classificada para a final, mas não chegou a vencer. “Olhando hoje para lá eu vejo que naquele momento eu estava em transição, não me sentia totalmente segura com meu trabalho”, diz. “Ter chegado na final em 2017 me ajudou a crescer muito” completa.

Foto: André Arthur/Divulgação

(Foto: André Arthur/Divulgação)

Esse ano, Kaká, muito mais dona de sua própria arte, voltou a se inscrever para a premiação. A primeira etapa, realizada em junho, foi simples: ela teve que apresentar seu portifólio, com imagens de trabalhos que fez para editoriais e publicidades, bem como fotografias autorais não publicadas. Com posse disso, a equipe julgadora selecionou cinco semifinalistas.

“Para esta etapa eles nos mandaram uma caixa enorme cheia de produtos Avon e a gente teve que produzir maquiagens com os produtos”, rememora. Kaká conta que escolheu as coisas que mais gostou e elaborou sete maquiagens.

Foto: André Arthur/Divulgação

(Foto: André Arthur/Divulgação)

“Eles pediram que a gente se inspirasse em obras de arte ou produtos artísticos e eu lembrei de uma capa da Vogue de 1950, que eu conheci mesmo antes de trabalhar com maquiagem e que gosto muito”, afirma. A capa foi pensada por Erwin Blumenfeld, artista surrealista e se tornou um ícone no mundo da moda. “O que eu mais gostava nela era a ideia do fundo se confundir com o rosto da modelo, foi aí que cheguei à minha”, continua.

Foto: Reprodução
Capa da Vogue de 1950 que inspirou a maquiadora (Foto: Reprodução)

Para sua foto, Kaká escolheu usar uma modelo com a pele muito branca e mergulhá-la numa banheira de agua com leite. Ao todo foram feitas sete maquiagens. A maquiadora enviou suas produções e foi selecionada para a final, quando teve que reproduzir uma das maquiagens para os jurados, ao vivo. “Escolhi a que achei mais impactante e que também, apresentava certa dificuldade técnica, queria algo que fosse bonita, mas que não fosse tão simples”, descreve o desafio.

Foto: André Arthur/Divulgação

Resultado final da imagem inspirada pela capa da Vogue (Foto: André Arthur/Divulgação)

Agora, vencedora, Kaká passa para a próxima etapa que são os trabalhos que virão com a AVON. “Como parte do prêmio a gente ganha alguns trabalhos com a marca e participação de oficinas e workshops”, relata. Além disso, ela destaca outros pontos que valem a pena comemorar. “Diveros, o reconhecimento em vários níveis, de amigos, da família, e como a Avon tem um nome importante e muitos anos de mercado, é um selo de qualidade”, diz. “Também acho que outra coisa legal de ter esse reconhecimento é que abre portas para trabalhos”, completa.

E daqui em diante, é explorar as diversas possibilidades que o mundo da maquiagem permite. “Percebi que é um mercado muito mais amplo do que eu imaginava e que eu posso ser muitas coisas nesse universo”, reflete. E que eu preciso caminhar mais um pouco e começar a entender melhor, descobrir um segmento para seguir”, finaliza.

Confira o portifólio de Kaká Oliveira

Foto: Divulgação
(Foto: Divulgação)

A premiação
O Prêmio Avon de Maquiagem é o único no Brasil voltado exclusivamente para maquiadores profissionais. A noite da premiação reuniu especialistas e celebridades no Teatro Santander, em São Paulo. Completando 60 anos de presença no Brasil, a marca destacou os melhores nas categorias: Artes Performáticas, Audiovisual, Editorial, Publicidade, Social e Maquiador Revendedor.

Conheça os nomes dos vencedores de cada categoria:
Artes Performáticas – Vitor Martinez (Vitor Gabriel Santos Martinez)
Audiovisual – Zé Lucas (José Lucas Jordão da Costa Oliveira)
Editorial – Kaká Oliveira (Karina Ribeiro Nascimento)
Maquiador Revendedor – André Cezar (André Cezar Del Sant)
Publicidade – Savana Sá (Savana Souza Querotti Sá)
Social – Tatiana Pontara (Tatiana Pontara Peres de Moura)

Siga o Bazar nas redes sociais e saiba das novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração e pets:


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/casal-baiano-e-condenado-nos-eua-por-participar-de-sequestro-do-neto/
Carlos e Jemima Guimarães pegaram penas consideradas brandas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-da-para-acreditar-diz-mae-de-crianca-baiana-agredida-por-adultos-em-brasilia/
Vídeo mostra momento em que o pai segura o menino para que o filho bata  
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/taylor-swift-anuncia-reputation-stadium-tour-na-netflix/
O material será disponibilizado na noite do ano novo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ana-canas-faz-show-intimista-e-expressivo-na-caixa-cultural/
Cantora paulista apresenta repertório exclusivo com músicas do novo disco Todxs, de hoje a domingo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-visual-deslumbrante-aquaman-e-um-otimo-filme-de-fantasia/
Aquaman não tem medo de abraçar totalmente o espírito das HQs e tem imagem aérea de 1 segundo da região do Farol da Barra, em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-segura-menino-de-6-anos-para-filho-bater-veja-video/
Pai pensou que a criança baiana tivesse batido no filho dele, quando na verdade ele tropeçou na bola e caiu de cara no chão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/neymar-afirma-que-ainda-nao-esqueceu-derrota-do-brasil-na-copa/
Craque diz que ganhar a Copa do Mundo é o maior sonho que ainda não realizou
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/governo-consegue-aprovar-mudancas-no-planserv-e-previdencias-siga/
Reforma administrativa foi aprovada no início da tarde desta quarta-feira (12)
Ler Mais