Maratona Cidade de Salvador acontece nesse domingo (23)

esportes
22.09.2018, 05:00:00
Cerca de 5 mil pessoas correrão a Maratona Cidade de Salvador (Arisson Marinho/CORREIO)

Maratona Cidade de Salvador acontece nesse domingo (23)

Segunda edição da prova conta com premiação recorde e quatro distâncias

Corredores de todo o Brasil vão movimentar as ruas da capital baiana no domingo (23), quando acontece a segunda edição da Maratona Cidade de Salvador. A primeira largada será às 5h30, no Farol da Barra, com a segunda às 6h. 

A competição reunirá cerca de 5 mil atletas profissionais e amadores em quatro categorias: 5 km, 10 km, 21 km e 42 km, modalidade que dá nome à prova e que terá profissionais como Marily dos Santos, Márcio Leão e Hélio Bispo dos Reis. Convidado, o ex-velocista olímpico Claudinei Quirino prestigiará como espectador.

Todos os estados do país estarão representados na pista. Além dos soteropolitanos, turistas de 212 cidades participarão do evento. Eles equivalem a 40% do total de inscritos. “Essa prova tem muito potencial para se transformar no terceiro produto da cidade, após Carnaval e Ano-Novo. Nosso objetivo é que daqui a alguns anos a gente esteja entre as principais provas do Brasil e do mundo, como a do Rio de Janeiro e a de São Paulo”, projeta o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington.

A competição terá a cara de Salvador. Além do ponto de largada e chegada ficar localizado em um dos principais cartões-postais da cidade, a prova tem atrações musicais ao longo do percurso.

O DJ Saintz, o contrabaixista Luciano Calazans, o violinista Filipe Evans e os grupos de percussão Didá e Quabales ditarão o ritmo em diferentes bairros ao longo do percurso.

O presidente da Federação Baiana de Atletismo, Og Robson, destaca os benefícios das apresentações musicais em pontos estratégicos para o desempenho dos corredores. “Levanta um bocado o astral. As pessoas geralmente correm com fone no ouvido, mas ouvir música o tempo inteiro tecnicamente não é bom, porque você fica concentrado na música e perde o ritmo. No entanto, a música vez por outra serve como alerta, dá ritmo e é uma injeção de ânimo”, pontua Robson.

O cantor Denny Denan, ex-Timbalada, comandará o show de encerramento no Farol da Barra. “É mais uma oportunidade que a gente tem para valorizar os nossos artistas. Você só vai ver isso aqui em Salvador. A gente não pode comparar a nossa maratona com a de Berlim, de Boston, de Nova York. Nós estamos em Salvador, temos uma orla belíssima, uma temperatura hiperagradável e a nossa música. Ao mesmo tempo que temos uma prova com todo rigor técnico, temos a nossa descontração”, destaca Isaac Edington.

Os trajetos das provas de 21 km e 42 km tiveram modificações com relação à primeira edição. Este ano, não apenas a orla estará na rota, mas também as avenidas Centenário, Garibaldi, Juracy Magalhães Júnior e ACM.

“A gente entra na cidade. Se você olhar as grandes maratonas do mundo, como Berlim, Rio de Janeiro e Boston, as cidades param para essas maratonas. As pessoas vão para as ruas para torcer e era um desejo nosso que a cidade cada vez mais recebesse a maratona, então a gente adotou esse percurso entrando por todas essas vias”, explica o diretor-geral da prova e diretor de marketing da Saltur, Rodrigo Cavalcante.

Premiação
A Maratona Cidade de Salvador terá a maior premiação em dinheiro entre as provas de corrida de rua do Brasil. No total,  R$ 164 mil. O primeiro lugar dos 42 km, por exemplo, receberá R$ 22 mil. “Os valores são muito bons e isso atrai o público de alto rendimento. Atraindo esse público, as demais pessoas querem participar também”, afirma Og Robson.  A competição já faz parte do calendário nacional e os resultados da prova de 42 km são válidos para o ranking brasileiro de maratonas.
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas