Maratona Salvador será disputada virtualmente em novembro

esportes
21.10.2020, 13:08:00
Atualizado: 21.10.2020, 14:45:29
(Foto: Mauro Akiin Nassor/Arquivo CORREIO)

Maratona Salvador será disputada virtualmente em novembro

Atletas de qualquer lugar do mundo podem se inscrever e fazer o seu próprio percurso

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Apesar de muita gente já ter normalizado a frequência de suas atividades físicas durante a pandemia, não se pode afirmar que o cenário está o mesmo de antes, principalmente para quem gosta de uma competição. E entre essas estão as corridas de rua, que aconteciam quase semanalmente em Salvador.
 
Para manter a prova no calendário e ao mesmo tempo se adequar à realidade do momento, a prefeitura seguiu os passos de outras cidades no mundo e vai realizar a Maratona Salvador no formato virtual, nos dias 6, 7 e 8 de novembro. Desde a inscrição até a realização da prova, tudo será feito online.

O modelo das corridas virtuais ganhou força na pandemia por evitar as típicas aglomerações de atletas. Em entrevista coletiva virtual realizada na manhã desta quarta-feira (21), o prefeito ACM Neto apresentou o projeto ao lado de Isaac Edington, presidente da Saltur, e Cleber Castro, presidente da Federação Baiana de Triathlon (Febatri).

O lema da maratona este ano é: “Corra em Salvador de Qualquer Lugar do Mundo” e contará com distâncias de 5km, 10km, 15km, 21km e 42km. Essas distâncias podem ser percorridas no trajeto oficial da corrida, que liga o Farol da Barra ao Farol de Itapuã, no percurso escolhido por cada participante (no bairro onde mora, por exemplo) ou até na esteira da academia. O atleta poderá escolher qualquer um dos três dias para fazer a corrida.

Para participar da competição basta acessar o site www.maratonasalvador.com.br (clicando aqui) e se inscrever no evento, que custa R$30. Lá, o corredor ou corredora irá gerar um número de identificação, que pode ser impresso e colado na camisa da corrida, assim como acontecia no evento tradicional.

Ao finalizar a atividade, o inscrito tem até três dias para acessar novamente o site e visitar a página ‘Sua Prova’. O registro do percurso pode ser feito através dos relógios esportivos Garmin ou Strava, mas também há solução para quem não tem os dispositivos. Basta seguir as orientações do site para cadastrar seu tempo no ranking.

A divulgação desse ranking será organizada entre ‘nacional’, onde estarão os tempos de todos os inscritos na maratona, e também por estado, para o atleta comparar seu desempenho com corredores de sua região.

ACM Neto recebeu jornalistas na coletiva para apresentar o novo projeto da Maratona Salvador (Foto: Valter Pontes / Secom)

Isaac Edington reforçou alguns cuidados que os atletas têm que ter caso optem por correr nas ruas. "O recomendado é fazer uso de máscara durante o percurso. Além disso, a orientação é que cada pessoa leve sua própria água, álcool gel e não corra em grupos. São cuidados simples, porém, importantes para essa grande celebração do esporte”.

ACM Neto também lembrou que é impossível uma maratona comum não causar uma aglomeração. Por isso o modelo virtual foi adotado: “Neste ano teremos uma edição especial e adequada à nova realidade que estamos vivendo. A Maratona de Salvador se tornou um dos eventos mais importantes do calendário esportivo do Brasil. Portanto, houve um desafio importante de não deixar que 2020 passasse em branco e tivemos que pensar em num novo modelo, apesar de todas as restrições imposta pela covid-19”, disse o prefeito.

Na última edição, a Maratona de Salvador contou com cinco mil corredores inscritos vindos de 192 cidades e 24 estados brasileiros. A prova teve a maior premiação em dinheiro entre as de corrida de rua do Brasil. Ao todo, foram distribuídos R$ 163 mil.

Outras maratonas virtuais

Além da disputa da Maratona Salvador, os atletas podem aproveitar e se inscrever em outros eventos que também acontecem neste mesmo formato. A exemplo da Eco Running Costa das Baleias, que acontecerá de 14 a 22 de novembro com distâncias de 3km, 7km e 15km. 

A corrida que tradicionalmente acontece no extremo sul do estado também adotou o modelo virtual e os atletas têm os 9 dias de realização da prova para correr e enviar um print com o tempo alcançado para os organizadores. Pode ser utilizado qualquer tipo de aplicativo para monitorar. O kit do competidor, que inclui uma camisa e medalha, custa R$35 no primeiro lote e R$45 no segundo. As inscrições acontecem através do site www.ecorunningcb.com (clicando aqui).

E no clima do Outubro Rosa, a corrida virtual O Câncer Não Espera incentiva os cuidados contra o câncer de mama através da realização da competição.  O evento disponibiliza a possibilidade de corrida com opções de 1km a 15km, 21km, 25km a 30km, 42km e caminhada com 1km, 3km ou 5km.

As inscrições, que custam R$75, vão até 30 de outubro e o kit vem com uma camisa, certificado, número de peito virtual e uma máscara de proteção. Para participar, basta clicar aqui. Após a comprovação de prova realizada, o atleta recebe no endereço indicado sua medalha de participação.

Para comprovar basta enviar uma foto através do site do evento com a camiseta do projeto, ou um link gerado por um aplicativo GPS que comprova a realização do exercício. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas