Martine e Kahena seguem na liderança em teste para Tóquio-2020

esportes
13.09.2018, 16:50:19
Brasileiras, no barco 12, seguem na liderança da 49er FX (Toshifumi Kitamura / AFP)

Martine e Kahena seguem na liderança em teste para Tóquio-2020

Brasileiras venceram única regata do dia em Enoshima e ampliaram liderança na 49er FX

As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze voltaram a fazer bonito no evento-teste da vela para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, nesta quinta-feira (13). Em um dia de pouco vento, a dupla venceu a única regata do dia e manteve a liderança na classe 49erFX na competição disputada na baía de Enoshima e que também é a primeira etapa da Copa do Mundo.

Martine e Kahena abriram vantagem sobre as principais rivais na briga pelo título. As brasileiras agora somam 24 pontos perdidos, contra 55 das britânicas Charlotte Dobson e Saskia Tidey, que aparecem na segunda colocação geral. 

As velejadoras do Brasil somam quatro vitórias desde o início da disputa, na terça-feira (11). Elas têm ainda um segundo lugar, um quinto e um 13º, que deve ser descartado por ser o pior resultado da dupla. Nessa sexta (14), as velejadoras terão a última oportunidade para somar pontos visando a medal race, marcada para sábado (15).

Este evento-teste para Tóquio-2020 é apenas a segunda competição disputada pela dupla brasileira em 14 meses, já que na temporada passada Martine optou por participar da Volvo Ocean Race. 

Martine e Kahena não são as únicas brasileiras competindo na baía de Enoshima. Patrícia Freitas teve seu pior dia na classe RS:X ao ficar em 18º e em nono lugar nas duas regatas disputadas nesta quinta (13). Ela já tinha um 18º posto, que estava sendo descartado do resultado final até agora. No geral, Patrícia ocupa o 12º lugar, com 89 pontos perdidos. A liderança pertence à chinesa Peina Chen, com 43.

No masculino, o brasileiro Jorge Zarif também não teve um dia positivo. Ele registrou o quinto e o 12º posto, seu pior resultado até agora, nas duas regatas realizadas pela classe Finn nesta quinta (13). Assim, caiu do segundo para o terceiro lugar geral, com 35 pontos perdidos. O britânico Giles Scott lidera a disputa, com 27 pontos perdidos.