Mestre Bigodinho é enterrado em Salvador nesta quarta-feira (6)

salvador
06.04.2011, 16:58:00
Atualizado: 06.04.2011, 16:59:08

Mestre Bigodinho é enterrado em Salvador nesta quarta-feira (6)

Reinaldo Santana morreu nesta terça-feira (5) no hospital de Santo Amaro

Anna Larissa Falcão | Redação CORREIO

O capoeirista Reinaldo Santana, mais conhecido como "Mestre Bigodinho", foi enterrado na tarde desta quarta-feira (6), no Cemtério Quinta dos Lázaros.

Natural de Acupe, distrito de Santo Amaro, mestre Bigodinho começou na capoeira em 1950 como aluno do mestre Waldemar Rodrigues da Paixão e, depois de um tempo afastado da arte, foi incentivado pelo amigo, e também mestre, Lua Rasta à se dedicar à capoeira.

Segundo Fred Abreu, Bigodinho foi de grande importância para a revitalização da capoeira de Angola, nas décadas de 70 e 80, pelo conhecimento que possuía. "Ele conheceu muitos mestres antigos e sabia das coisas", afirmou.

Reconhecidamente bom compositor e cantor, sua paixão não era só a capoeira. Segundo Fred "ele também gostava muito de samba, era boêmio nato, camarada".

Um evento de capoeira foi dedicado ao mestre ainda em vida, o "Tributo ao Mestre Bigodinho" realizado há dois anos e gravado em DVD como "Mestre Bigodinho, resistência viva da Capoeira Angola" foi exibido pelo próprio Reinaldo em sua cidade natal.


Mestre Bigodinho acompanhou a exibição do seu DVD, em Acupe, sua cidade natal

Reinaldo morreu aos 77 anos após ser internado em um hospital de Santo Amaro, onde morava. Segundo relatos de amigos, ele tinha diabetes e sua saúde estava muito debilitada desde um acidente em que fraturou o fêmur.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas