Meu Domingo: fim de tarde com café e poemas no Porto dos Livros

entretenimento
22.12.2019, 05:55:00
O ator e escritor Daniel Farias (Foto: Marcelo Moraes/divulgação)

Meu Domingo: fim de tarde com café e poemas no Porto dos Livros

Sebo no Porto da Barra é uma das dicas do ator Daniel Farias

Este ano foi bastante produtivo para Daniel Farias, 34, que lançou o seu segundo livro O tempo da coisa, participou do filme baiano Receba e atuou nas montagens Teatro la independência, do diretor Luís Alonso, e Sonho de uma noite de verão na Bahia, musical de João Falcão, em que interpretou Shakespeare. Antes de mesmo encerrar a temporada, Falcão o convidou para viver o guerreiro indeciso Arjuna no seu próximo espetáculo Que Deus Sou Eu, que estreia, 11 de janeiro, no Teatro Sesc Casa do Comércio. Quando tem folga aos domingos, Daniel gosta de contemplar com calma as belezas naturais da orla de Salvador e aproveitar a programação cultural. Veja as dicas que ele preparou para o CORREIO.

sonho
Daniel viveu Shekespeare no espetáculo Sonho de Uma Noite de Verão na Bahia (Foto: Flora Negri/Divulgação)

1. Para despertar: um banho na Praia da Paciência, pequena, urbana, com piscinas naturais e ainda com a vista e a energia do Rio Vermelho, bairro que amo.

2. Para começar o dia com disposição: brunch na Casa Castanho sentado na varanda e sentindo a brisa da praia.

3.Para o fim de tarde: um café no Porto dos Livros e garimpar no acervo variado que tem inclusive publicações independentes de autores locais. Um domingo por mês tem o Sarau do Porto, imperdível. Para acompanhar o café: os poemas de Jade Bittencourt (@petaladelirio) e as palavras de Ailton Krenak.

4. Para noite - Jazz na Casa da Mãe, Rio Vermelho, jam session excelente com alguns dos melhores músicos da cidade.



***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas