"Meu encontro com Dorival Caymmi foi incrível", diz Adriana Calcanhotto

entretenimento
01.09.2019, 06:00:00
Adriana Calcanhotto faz duas sessões do show Margem no Teatro Casa do Comércio (Divulgação)

"Meu encontro com Dorival Caymmi foi incrível", diz Adriana Calcanhotto

Cantora gravou com o baiano canção que está no show que ela mostra neste domingo (01) em Salvador

A cantora e compositora Adriana Calcanhotto diz que não tem exatamente uma memória da primeira vez em que viu o mar. Ainda assim, passou a vida inteira impactada pela beleza e força das águas, o que a levou a transformar a admiração em poemas, canções e shows. 

"Provalvemente se eu tivesse nascido em uma cidade onde o mar sempre estivesse ali no meio do caminho, talvez  não tivesse  o  mesmo impacto que certamente eu tive e que me levou a escrever canções e fazer shows sobre ele", diz Adriana, que há 21 anos iniciou uma trilogia com o álbum Marítimo (1998), que seguiu com Maré (2008) e agora se encerra com Margem, lançado em junho. É justamente um passeio por este repertório afetivo  que  está na base do show que ela apresenta hoje em Salvador, em sessões às 18h e 21h, no Teatro Sesc Casa do Comércio, com ingressos a  R$ 150 |  R$ 75. 

 Salvador é uma das primeiras cidades a ver o show, no qual Adriana está acompanhada por Rafael Rocha ( percussão),  Bem Gil (guitarra) e Bruno Di Lullo (baixo). Margem vem num sentido oposto ao político A Mulher do Pau Brasil (show que passou em Salvador em fevereiro), mas não se furta de alertar para as graves questões ambientais e a poluição dos oceanos. Confira o bate-papo com Adriana, que nos últimos anos tem se dividido entre temporadas no Brasil e em Portugal.   

  

Você lançou o álbum Margem há três meses. Como está se relacionando com ele? 

Margem é um álbum que foi feito com muita calma, com muito tempo e o lançamento dele também, porque foram saindo as faixas e os clipes aos poucos, o que é uma coisa boa, porque quando chega o álbum as pessoas já estão envolvidas com ele. No  show,  eu fiz só três apresentações, as pessoas já estão cantando as canções. Então a turnê parte de um ponto quente, já que as pessoas adoram cantar junto. 

Poderia falar um pouco sobre a montagem do show, escolha de repertório e sonoridades.

Como a ideia do show seria sempre fazer com que o repertório da trilogia Marítimo, Maré e Margem conversasse no palco, as canções foram se apresentando naturalmente. Tem alguns hits que as pessoas querem ouvir em qualquer show, como Vambora ou Mais Feliz,  que são do álbum Marítimo. Já  Maresia é uma canção que penso nela dentro do conjunto da trilogia, mas que  acabou sendo lançada dentro no álbum Público, que é ao vivo, então, para  mim, ela pertence à trilogia e por isso está no show. 


Esta trilogia é uma declaração de amor às águas. Você poderia falar um pouco sobre o projeto, sobre estes vinte e um anos de distância entre Marítimo e Margem? 

A partir de Marítimo sempre fui prestando atenção e as canções foram aparecendo pra mim,  canções relacionadas ao mar, ao fundo do mar, à praia e ao mar em diferentes facetas, diferentes estilos de composições, de poetas e épocas . Vou colocando elas numa espécie de lista bruta, num banco de canções, e é importante que elas fiquem neste lugar da minha memória, que não é boa. Aquilo vai de alguma maneira modelando a chegada das outras canções, que eu acabo escrevendo. Desde que fiz o Marítimo, as canções de mar sempre estão por perto, lá na gavetinha salgada. 

Em A Mulher do Pau Brasil, o vermelho já simboliza a terra, o fogo e a urgência do discurso. E aquele show chegou num momento tenso de polarizações aqui no país. Agora em Margem o convite é para mais reflexão? Pra gente buscar profundidade, mas sem esquecer nossos dramas?

Pensar não, para  sentir e conectar mais com a natureza. A coisa das águas traz isso. A canção do Caymmi diz ‘a onda do mar leva, a onda do mar traz’. Ou seja, se a gente agride os oceanos, o que será que pode voltar? Acho que é este tipo de reflexão. Sem nunca esquecer os nossos dramas, pois eles  são dramas e não tragédias. O fato dos oceanos estarem neste estado é fruto da ação humana, portanto não é uma tragédia. A gente não pode esquecer disto. 

 O show inclui Quem Vem Pra Beira do Mar,  de Dorival Caymmi, com  quem você gravou há 21 anos.  Poderia contar como foi a experiência e o quanto  foi importante para a sua trilogia marítima este encontro.

Este encontro com Dorival Caymmi foi incrível. Ele foi de uma generosidade, porque tivemos um problema técnico com o microfone com o qual ele gravou e ele teve de voltar, dois meses depois, e regravar. E ele fez isso vivendo o presente, aquele buda nagô que ele era, extremamente carinhoso, educado, profissional, um príncipe... Todas as confirmações da pessoa enorme que ele era, com aqueles olhinhos... 

Você já veio à Festa de Iemanjá? 

Ainda não fui à Festa de Iemanjá na Bahia, mas tenho uma memória muito forte da festa no Rio Grande do Sul, que acontece no Rio Guaíba,e  que também é  muito forte, muito importante. Não fui, mas ainda vou   


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-a-turma-de-criancas-em-salvador-que-aprendeu-a-nao-sentir-mais-medo/
Projeto em escola discute medo, coragem e grandes dramas da vida para crianças de até 12 anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manchas-de-oleo-voltam-a-aparecer-em-morro-de-sao-paulo/
Marinha retirou a substância no final da manhã
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pedi-que-nao-atirassem-diz-pai-de-garoto-autista-morto-em-perseguicao-da-prf-em-piraja/
Garoto era autista e estava a caminho da escola; família acusa Polícia Rodoviária Federal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vitimas-de-acidente-de-aviao-na-bahia-tem-traumas-e-queimaduras-crianca-esta-entre-feridos/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tenho-visto-coisas-incriveis-diz-rincon-sapiencia-sobre-artistas-baianos/
Prestes a lançar disco, rapper paulista comemora parcerias com Attooxxa e Duquesa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/adolescente-tambem-morreu-em-acao-que-teve-motorista-de-app-executado-em-piraja/
Vídeo mostra homem assassinando condutor antes de ser morto por agentes da PRF
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morta-em-queda-de-aviao-e-identificada-feridos-estao-em-hospitais-de-salvador/
Queda de bimotor próximo a pista de hotel em Maraú deixou nove feridos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/acidente-em-marau-piloto-que-ja-escapou-de-carro-em-chamas-e-um-dos-sobreviventes/
Ex-Stock Car é um dos feridos em acidente aéreo que deixou uma mulher morta
Ler Mais