Miguel Falabella apresenta comédia God no Teatro Castro Alves

variedades
26.05.2017, 12:56:00

Miguel Falabella apresenta comédia God no Teatro Castro Alves

No espetáculo, também dirigido pelo ator, Deus vem a Terra resolver vários problemas
Miguel Falabella vive Deus em comédia (Foto:Divulgação)

Preocupado com os rumos da humanidade, Deus decide retornar à Terra e fazer algumas mudanças nos dez mandamentos. O roteiro de God, criado pelo dramaturgo americano David Javerbaum, encantou Miguel Falabella, que resolveu adaptá-lo para o português. A montagem nacional chega hoje a Salvador.

O ator gostou tanto do que viu na Broadway que, além de traduzir o roteiro, acumulou as funções de ator - no papel do Todo Poderoso - e diretor. Na montagem americana, Jim Parsons, o Sheldon da série The Big Bang Theory, vivia o protagonista.

“No original, o Deus é americano. Mas ele é diferente do Deus brasileiro, afinal os problemas dos EUA são diferentes dos nossos. Coitado do Deus que olha por nós”, disse o ator quando a peça estreou em São Paulo, no ano passado. A estreia aconteceu no Teatro Procópio Ferreira, onde Falabella gravava o Sai de Baixo.

“Aqui no Brasil, Deus é obrigado a olhar para Brasília. Mas, cada vez que Ele assiste a uma sessão do plenário, tem que fazer um ciclo de omeprazol [que reduz a acidez no estômago]”, brinca  Falabella, que divide a cena com os atores  Elder Gattey e Magno Bandarz, que interpretam anjos. 

O Deus que chega em forma humana também se angustia, como os homens: “Eu devia estar fazendo terapia, devia tomar tarja preta, porque há algo de muito errado comigo”. Ele também está antenado à tecnologia e critica o uso excessivo dos aparelhos eletrônicos, observa Falabella: “Há críticas à histeria e às novas síndromes decorrentes do uso excessivo do celular e dessa nova linguagem que se estabeleceu entre os humanos”, comenta o ator.


SERVIÇO

Espetáculo: God

Onde: Teatro Castro Alves (Campo Grande | 3535-0600).

Quando: Sexta (28) e sábado (29), às 21h.

Ingresso: R$ 140| R$ 70 (A a P), R$ 120|R$ 60 (Q a Z3). R$ 80 | R$ 40 (de Z4 a Z8)  e R$ 60 | R$ 30 (Z9 a Z11).

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas