Milan elimina Torino de virada e vai às semis da Copa da Itália

esportes
28.01.2020, 19:41:58
Atualizado: 28.01.2020, 19:49:25
(Foto: Miguel Medina/AFP)

Milan elimina Torino de virada e vai às semis da Copa da Itália

Jogo foi marcado por homenagens a Kobe Bryant

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com seguidas homenagens a Kobe Bryant, o Milan sofreu nesta terça-feira (28), mas buscou a virada sobre o Torino e bateu o rival por 4 a 2 na prorrogação, após empate em 2 a 2 no tempo normal. O triunfo garantiu a equipe de Milão, que atuou no San Siro, nas semifinais da Copa da Itália.

A partida foi precedida de diversas homenagens a Kobe Bryant, que tinha fortes laços com a Itália e era torcedor declarado do Milan. O astro do basquete mundial, vítima de um acidente de helicóptero no domingo, nos arredores de Los Angeles, morou no país europeu entre os seis e os 13 anos, época em que seu pai atuou no basquete local.

Ainda no aquecimento do jogo, as mensagens "Lendas nunca morrem" e "SempreKobe" (substituindo a tradicional "SempreMilan") foram exibidas nas placas de publicidade do estádio. Ao mesmo tempo, imagens do ex-jogador do Los Angeles Lakers apareciam no telão principal.

Pouco antes da entrada dos times em campo, para o início do jogo, as luzes do estádio foram desligadas e os torcedores iluminaram as arquibancadas com seus celulares ao som da música "Who wants to Live forever" ["Quem quer viver para sempre", em tradução livre], da banda Queen. Muitos torcedores vestiam a camisa os Lakers, com o nome de Kobe.

Durante o jogo, as homenagens seguiram. Aos 24 minutos do primeiro tempo, em referência ao número que Kobe usava em seu uniforme nos Lakers, a torcida fez um minuto de aplausos. Em campo, jogadores dos dois times usavam braçadeira em sinal de luto.

Com a bola rolando, o Milan saiu na frente, com gol de Giacomo Bonaventura, aos 12 minutos de jogo. Mas levou um susto ao tomar uma virada dos visitantes. O zagueiro brasileiro Bremer, ex-Atlético-MG, marcou duas vezes, aos 34 da etapa inicial e aos 26 do segundo tempo. Porém, nos acréscimos, o turco Hakan Calhanoglu anotou o segundo do Milan e levou o duelo para a prorrogação.

No tempo extra, o time da casa não deu qualquer chance para o adversário. Calhanoglu voltou à carga no início do segundo tempo E o sueco Zlatan Ibrahimovic decretou a vitória dos anfitriões dois minutos depois, sacramentando a classificação do Milan.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas