Milhares de fãs se reúnem na Casa Rosada para velório de Maradona

esportes
26.11.2020, 13:03:00
Atualizado: 26.11.2020, 14:31:33
Mesmo com a pandemia, milhares de argentinos foram se despedir de Diego Maradona (Alejandro Pagni / AFP)

Milhares de fãs se reúnem na Casa Rosada para velório de Maradona

Sede do governo argentino recebe multidão desde o início da manhã desta quinta-feira (26)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A manhã desta quinta-feira (26) começou da forma que nenhum argentino e amante do futebol queria. O velório de Diego Maradona na Casa Rosada, sede do governo argentino e ponto turístico de Buenos Aires, recebe milhares de fãs que se despedem do craque argentino.

A movimentação no local começou desde às 6h e, até o final desta tarde, são esperados mais de 1 milhão de pessoas prestando suas homenagens ao ex-jogador. Por volta das 12h30, a fila já ocupava 7 quadras ao redor da Plaza de Mayo.

A Casa Rosada transmite ao vivo o velório:

Em meio a uma pandemia, o distanciamento e uso de máscaras não foi cumprido por boa parte da população, que a todo momento derrubava as grades de proteção que organizam as filas. Houve focos de confusão no local, dispersados pela polícia imediatamente. 

O corpo de Maradona chegou ainda na madrugada, por volta de 1h, e alguns fãs do craque aguardavam a caravana que escoltava o caixão. Com uma bandeira da Argentina e as camisas de Boca Juniors e da seleção, o caixão recebeu mais uniformes e bandeiras deixadas por torcedores durante a passagem pelo salão da Casa Rosada.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, também compareceu a cerimônia de colocou uma camisa 10 do Argentino Juniors em cima do caixão. Além de ser o clube que revelou Maradona em 1971, é o time do coração de Fernández. 

A presença do caixão na residência do governo é tão marcante que a última figura a ser velada no local foi o ex-presidente Néstor Kirchner, em 2010, que era marido da atual vice presidente Cristina Kirchner.

Diego Maradona será enterrado no cemitério Jardim da Paz, que fica situado na região de Bella Vista, a 35 km de Buenos AIres. O cemitério é o mesmo onde os pais do ex-jogador estão enterrados.

Confira as fotos do velório de Maradona
 

(Juan MABROMATA / Argentinian Presidency / AFP)
(Getty Images)
(Getty Images)
(Ronaldo Schemidt / AFP)
(Getty Images)
(Ronaldo Schemidt / AFP)
(Getty Images)
(Martin Zabala/Xinhua)
(Casa Rosada / Reprodução)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas