Ministério da Saúde confirma 41 casos de covid-19 na Copa América

esportes
14.06.2021, 20:02:00
Atualizado: 14.06.2021, 20:36:37
Copa América já tem mais de 40 casos de covid-19, entre jogadores, delegações e funcionários (Copa América/Divulgação)

Ministério da Saúde confirma 41 casos de covid-19 na Copa América

São 31 infectados entre jogadores e integrantes das delegações, além de 10 casos de prestadores de serviço

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira (14), que já foram confirmados 41 casos de covid-19 relacionados com a Copa América. De acordo com a pasta, foram detectados 31 infectados entre jogadores e integrantes das delegações, além de 10 prestadores de serviço contratados para o evento em 2.927 testes até o último domingo (13).

Os exames, segundo o ministério, foram enviados para a realização de sequenciamento genético, para identificar se há casos causados por variantes do vírus. A expectativa é que essa análise seja concluída em até duas semanas.

A pasta informou que todos os casos de prestadores de serviços foram confirmados em Brasília. Até o momento, já foram identificados casos em quatro delegações. 

A primeira seleção a sofrer um surto de covid-19 foi a Venezuela. Primeiro adversário do Brasil, o time desembarcou em Brasília na noite da última quinta-feira (10). Ao todo, foram diagnosticados com o coronavírus 12 integrantes do grupo. 

Por causa do alto número de contaminados na seleção, a Conmebol modificou o regulamento da Copa América. Inicialmente, cada equipe só poderia substituir cinco jogadores da delegação por causa da covid-19. Esse limite foi retirado pela entidade.

Desta forma, os times poderão fazer quantas trocas forem necessárias na lista final de jogadores, até mesmo no decorrer da Copa América, caso algum atleta fique positivo para o coronavírus nos testes realizados pela Confederação.

Após a Venezuela, também foram reportados casos da covid-19 nas delegações da Bolívia, Colômbia e Peru.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas