Mitsubishi renova a L200 Triton Sport

autos & etc
29.08.2020, 10:45:00
Atualizado: 29.08.2020, 13:22:05

Mitsubishi renova a L200 Triton Sport

Picape média chega custando até R$ 233 mil

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de muita espera, a Mitsubishi atualizou a linha L200 no Brasil. A HPE, que tem os direitos de produção e comercialização da marca japonesa no país, já havia reposicionado a picape no final de junho, quando renomeou o modelo que vinha comercializando, que passou a ser chamada de L200 Triton Outdoor.

Essa semana, foi apresentada uma atualização do utilitário, que ganhou o nome de L200 Triton Sport, que está alinhada aos novos produtos da empresa, como o Pajero Sport e o Outlander Sport. Na prática, a marca irá manter no portfólio a versão anterior, que custa entre R$ 149.990 e R$ 203.990, e a nova, que custa entre R$ 188.990 e R$ 232.990.

A Mitsubishi atualizou a L200 Triton Sport, que segue a linha adotada no Pajero Sport
A Mitsubishi atualizou a L200 Triton Sport, que segue a linha adotada no Pajero Sport (Foto: Pablo Vaz/Mitsubishi)
A tração é 4x4 e a transmissão é automática de seis marchas
A tração é 4x4 e a transmissão é automática de seis marchas (Foto: Pablo Vaz/Mitsubishi)
Por dentro, a picape média produzida em Goiás mudou pouco
Por dentro, a picape média produzida em Goiás mudou pouco (Foto: Mitsubishi)
Esse é o interior da versão topo de linha do utilitário, a HPE S
Esse é o interior da versão topo de linha do utilitário, a HPE S (Foto: Mitsubishi)

As duas configurações da L200 Triton, a Outdoor e a Sport, vão utilizar o mesmo motor. O propulsor, que também equipa o Pajero Sport,  é um turbodiesel de 2.4 litros que entrega 190 cv de potência e 43,9 kgfm de torque. A novidade está na transmissão automática, que agora é de seis marchas em vez de cinco. Nas versões HPE e HPE-S há possibilidade de realizar trocas sequenciais por aletas atrás do volante.

A tração 4x4 oferece reduzida e quatro modos de atuação, incluindo um específico para rochas, areia e lama. A L200 vem também com controle de velocidade em descidas, que mantém o veículo entre 2 e 20 km/h por meio de botões no volante. A versão mais cara (HPE-S) traz frenagem autônoma de emergência, alerta de mudança de faixa involuntária e alerta de colisões.


AUTOS 11 ANOS: CADERNO ESPECIAL
Neste final de semana, estamos celebrando os 11 anos do Autos com uma edição especial. Confira o caderno, que está encartado no CORREIO impresso e na sequência do jornal das edições digitais, para conhecer nossa história.

Nesse exemplar você poderá acompanhar a avaliação da Chevolet S10 High Country, conhecer o criador do Volkswagen Nivus, entender o que mudou no Renault Duster, conferir a história do Hyundai HB20, saber sobre as ações da Ford no combate ao Covid-19 e ver como personalizar um Audi.

Criado em 2009, o caderno Autos circula neste final de semana em edição especial
(Foto: Reprodução)

ESTRADAS BAIANAS: PEDAGIADAS E RUINS
Duas estradas que passam pela Bahia precisam melhorar. Apesar de pedagiada,  a BR-324, que liga Salvador a Feira de Santana (105 km), tem fissuras e imperfeições no asfalto. Em ambos os sentidos a estrada tem desníveis que causam insegurança.

A BR-116, no trecho de Feira de Santana até Milagres (165 km), infelizmente tem os mesmos defeitos e até buracos na pista. Para completar, a rodovia conhecida como Rio-Bahia, ainda não foi completamente duplicada.

Um dos trechos da BR-116 sem duplicação
(Foto: Antônio Meira Jr/ CORREIO)

PEUGEOT: DO FIO AO CARRO
Em setembro, a Peugeot irá completar 210 anos. A história da marca francesa vai além dos automóveis e começou como fornecedora do fio de aço utilizado para compor a armação das saias de crinolina. Na sequência, vieram guarda-chuvas, fundição de aço, ferramentas e utensílios domésticos.

Já em 1882 começaram a fabricar bicicletas e motos. Em 1889, fabricou o seu primeiro automóvel que tinha três rodas, mas apenas quatro unidades foram produzidas. No ano seguinte, em 1890, criou um quadriciclo à gasolina.

A empresa Peugeot vai completar 210 anos em setembro
(Foto: Peugeot)


REGULARIZAÇÃO DE BLINDADOS
A Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) alerta que os veículos antigos que foram blindados sem autorização do Exército, instituição responsável por fiscalizar o setor, têm até o dia 18 de outubro para efetuar a regularização documental da proteção.

O prazo foi estabelecido no artigo 67 da Portaria nº 94-COLOG, de 16 de agosto de 2019, e vale para todos os automóveis que foram blindados sem a devida autorização em qualquer momento no passado. Para a regularização, o proprietário deve agendar uma perícia em uma assistência técnica/blindadora que tenha Certificado de Registro no Exército.

PNEUS EM EXPANSÃO
A Pneubras, distribuidora oficial e exclusiva da Dunlop no Nordeste, acaba de inaugurar quatro lojas de autosserviços da Rede Pneudrive e um novo Truck Center Pneubras na região metropolitana de Salvador.

São três pontos de atendimento na Capital (Amaralina, Bonocô e São Cristovão), além de um em Lauro de Freitas e outro em Simões Filho.


TRÊS ANOS
O Kwid completou três anos no Brasil com bons motivos para comemorar. Produzido no Paraná, o subcompacto da Renault é exportado para 28 países da América do Sul, América Central e África.

Foram vendidas mais de 204 mil unidades no Brasil e mais de 70 mil exemplares no mercado externo.

O Renault Kwid chegou ao mercado brasileiro em 2017
(Foto: Rodolfo Buhrer/Renault)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas