Modelo entra no Onlyfans inspirada por Anitta, mas se arrepende: ’me dei mal’

entretenimento
15.12.2021, 18:37:00
(Reprodução/Instagram)

Modelo entra no Onlyfans inspirada por Anitta, mas se arrepende: ’me dei mal’

Ela conta que precisou enfrentar pressão psicológica, nudes vazados e haters

Após ver uma entrevista da cantora Anitta sobre a rentabilidade da plataforma de conteúdo adulto ‘OnlyFans’, a modelo Fernanda Henz, de 26 anos, decidiu se jogar nesse mundo. Contudo, a experiência não durou mais do que 3 meses devido às fortes pressões impostas que o novo trabalho.

"Na época, eu vi a Anitta falando que estava faturando muito com isso, e algumas amigas me indicaram também. Elas me incentivaram a entrar na plataforma. Como sempre gostei de mostrar meu lado sensual, achei que seria uma ótima oportunidade para ganhar dinheiro, principalmente porque estava numa fase de pandemia onde meus trabalhos como modelo estavam bem parados", contou ela, em entrevista ao programa “SuperPop”.

No primeiro mês, Fernanda faturou R$ 40 mil com suas fotos e vídeo sensuais, mas logo a situação começou a mudar.

“Fui na onda da Anitta e me dei mal. Descobri que não era para mim e me arrependi. Tive que lidar com pressão psicológica, nudes vazados e haters”, continuou. 

“Comecei a lidar com a pressão dos assinantes. Eles sempre queriam mais e mais conteúdos, faziam pedidos bizarros e queriam fetiches estranhos e bem pesados. Fiquei em choque, aquilo mexeu comigo e me fez desistir de tudo. Me sentia forçada a fazer conteúdos que não queria, era uma humilhação”, disse Fernanda.

Com seus nudes vazados em grupos de WhatsApp e outros sites, a modelo comentou que ficou bastante constrangida.

“Não consegui administrar essa relação com meus assinantes e decidi sair da plataforma. E hoje me arrependo muito porque estava gravando vídeos que não queria, justamente por essa pressão que rolava. Faturei R$ 80 mil com a plataforma, que foi muito bom para mim, mas olhando assim, sinto que não valeu a pena. Foi o valor que ganhei para perder minha intimidade para sempre”, concluiu.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas