Morte de João Gilberto repercute na imprensa internacional; veja reações

entretenimento
07.07.2019, 13:16:34
(Reprodução)

Morte de João Gilberto repercute na imprensa internacional; veja reações

Pai da Bossa Nova, baiano revolucionou a música no Brasil e influenciou o mundo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A morte do cantor e compositor João Gilberto, 88 anos, neste sábado (6), repercutiu internacionalmente, dando destaque à sua importância para a difusão da música brasileira e para sua influência no trabalho de diversos artistas mundo afora. 

O jornal The New York Times destacou que “Gilberto, no fim dos seus 20 anos, se tornou o maior difusor das canções harmonicamente e ritmicamente complexas e liricamente sutis da Bossa Nova”, e o classificou como “luz principal” do chamado ‘brazilian jazz’.

O The Guardian, da Inglaterra, e El País, da Espanha, também destacaram a paternidade do baiano sobre o ritmo que levou a música brasileira para o mundo.

“Ele gostava de se apresentar sozinho, de terno e gravata, com apenas um banquinho e a guitarra que ele abraçava com doçura”, comentou o El País.

O tablóide britânico ainda lembrou que o álbum ‘Getz/Gilberto’, de 1964, feito em parceria com o saxofonista americano Stan Getz, “vendeu milhões de cópias, ganhou Grammy e popularizou a Bossa Nova em todo o mundo”. Destacou ainda que foi justamente o álbum que apresentou o hit ‘Garota de Ipanema’, cantado por Astrud Gilberto, com quem Gilberto era casado.

A rede americana CNN destacou que ‘Garota de Ipanema’ se tornou um sucesso mundial e alcançou o número 5 na Billboard. Lembrou ainda que a música, composta por Tom Jobim, seja a segunda música pop mais gravada de todos os tempos, atrás do ‘Yesterday’, dos Beatles, segundo a revista Performing Songwriter. 

A emissora britânica BBC comentou que “o lançamento do seu álbum Chega de Saudade no final dos anos 50 foi considerado um divisor de águas para a música brasileira”. 

O americano The Washington Post destacou que “ao longo da carreira, ele ganhou dois prêmios Grammy e foi indicado para seis”. Além do prêmio com o ‘Getz/Gilberto’, levou o World Music, em 2001, com o álbum ‘João Voz e Violão’.

Já o jornal italiano Corriere Della Siera chamou o cantor e violonista de “último gênio da Bossa Nova”, “responsável por uma revolução na maneira de cantar e tocar violão que mudou tudo na música brasileira”.

O francês Le Monde chamou o músico de “gênio” e inventor do gênero “que nos acompanha há seis décadas e continua a se renovar”.

“O brilhante intérprete raramente compunha, mas se apropriava de tudo que passava, vestindo as músicas dessa batida rítmica muito particular, desses sussurros sensuais”, completa o jornal francês.

O argentino Clarín definiu João como “o artista que redefiniu a música do Brasil, criando uma cadência que se tornou o símbolo de todo um país”. “O tom de sua voz e uma relação harmoniosa e precisa com o violão criaram uma identidade que mudou a música do Brasil”, completa o jornal.

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idoso-de-81-anos-e-o-100o-paciente-com-covid-19-a-ter-alta-no-hospital-portugues/
Unidade comemorou liberação do homem, que deu entrada há seis dias com 50% do pulmão comprometido
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-um-susto-targino-se-prepara-para-cantar/
Músico sofreu grave acidente de carro, mas escapou ileso e agora se prepara para fazer lives
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-sera-comemorado-com-maratona-de-lives-promovidas-pelo-correio/
Serão seis apresentações de bandas e cantores durante o projeto, que arrecadará doações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/junho-chegou-correio-promove-lives-para-comemorar-o-sao-joao/
Apresentações acontecem sempre às sextas e sábados de junho, às 19h
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/editorial-fotografado-a-distancia-une-tres-paises-na-quarentena/
O ensaio foi realizado pela plataforma Zoom, usando celular
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bau-de-marrom-a-bahia-tambem-ensina-como-cantar-e-dancar-forro/
Além da Axé Music a Bahia também exporta arrasta pé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/copo-de-leite-faz-haddad-acusar-bolsonaro-de-brindar-supremacistas-brancos-entenda/
Leite tem sido usado como símbolo por neonazistas nos EUA; petista enxergou provocação após repercussão de mortes de homens negros. Presidente nega
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anastacia-comemora-80-anos-com-muito-forro/
Cantora e compositora lança EP com produção de Zeca Baleiro e parcerias com Mariana Aydar, Chico César e Amelinha
Ler Mais