Mostra festeja Bembé do Mercado

entretenimento
02.03.2021, 14:30:00
(foto de Edgar de Souza)

Mostra festeja Bembé do Mercado


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O fotógrafo Edgar de Souza passou anos registrado os movimentos do Bembé do Mercado, em Santo Amaro da Purificação. Com um acervo enorme, ele montou a exposição virtual Mulheres do Bembé, que  reúne imagens desde  2009. O projeto, de acesso gratuito, segue até  31 de março no site www.expomulheresdobembe.com.br

A ideia da mostra é  reafirmar o papel das mulheres no fortalecimento da religião do candomblé através de diferentes vertentes,  como  atuação sacerdotal, ritual, comercial e o resgate da memória cultural e a preservação dos costumes de um povo. Com 26 fotos inéditas, o trabalho tem  coautoria da produtora cultural e Ekedji do Terreiro Ilê Axé Tokolê, Cris Santana.

(Edgar de Souza)
(Edgar de Souza)
(Edgar de Souza)

A festa do Bembé do Mercado, que comemora o fim da escravidão e reforça a resistência dos povos negros há mais de 130 anos na cidade de Santo Amaro, no Recôncavo da Bahia, foi registrada como Patrimônio Cultural do Brasil em 2019. A manifestação cultural  acontece desde 1890, quando um grupo de negros, juntaram-se em praça pública para celebrar a Abolição da Escravatura. E desde então, é festejado por três dias consecutivos e recebe a adesão dos terreiros de candomblé da região.

O projeto tem o apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Identitárias-CCPI  via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas