Movimento de empresas vai apoiar 22 mil bares, restaurantes e padarias na Bahia

bahia
23.09.2020, 14:29:00
Atualizado: 23.09.2020, 14:32:49

Movimento de empresas vai apoiar 22 mil bares, restaurantes e padarias na Bahia

Empresas de alimentos e bebidas se juntaram para investir R$ 370 milhões em ajuda

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Oito das principais companhias de alimentos e bebida do país se juntaram em uma iniciativa para ajudar o pequeno varejo do país, que vive momento difícil por conta da pandemia de covid-19. O NÓS é composto por Ambev, Aurora Alimentos, BRF, Coca-Cola Brasil, Grupo Heineken, Mondelēz International, Nestlé e PepsiCo. Juntas, as empresas estão investindo mais de R$ 370 milhões para beneficiar mais de 300 mil pequenos comércios em todo o Brasil - mais de 22 mil deles na Bahia.

O apoio vai para bares, lanchonetes, padarias, mercearias, empórios e restaurantes que, somados, empregam cerca de 1 milhão de pessoas. 

Os pequenos varejos vão receber kits com cartilhas, cartazes, máscaras e álcool em gel para se manterem em segurança durante a retomada das atividades, além de terem acesso às demais frentes de apoio propostas pela coalizão.  

“Não podemos pensar apenas nos interesses individuais no momento pelo qual estamos passando com a covid-19. É a hora de nos unirmos por um único objetivo: ajudar o país a atravessar esse período com o menor impacto possível. Os pequenos varejistas são nossos parceiros e não podemos medir esforços para ajudá-los a superar essa crise”, afirmam, em carta, os oito CEOs das empresas fundadoras do Movimento NÓS.  

O movimento está aberto para participação de outras empresas interessadas. São quatro frentes levadas em conta na atuação:  a reabertura segura com foco na saúde, o reabastecimento facilitado do estoque, o fortalecimento da relação entre comércios locais e consumidores e a divulgação de informações relevantes do mercado.

Todas as ações tomadas serão alinhadas com governos locais em relação à reabertura. O projeto só vai atuar em regiões em que as autoridades permitiram a retomada dos pequenos varejos. Mais informações estão disponíveis no site da iniciativa. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas