MPF denuncia responsável por executar liderança tupinambá com 13 tiros em Ilhéus

bahia
15.04.2019, 21:59:00
Atualizado: 15.04.2019, 22:23:02

MPF denuncia responsável por executar liderança tupinambá com 13 tiros em Ilhéus

A denúncia foi de homicídio consumado e homicídio tentado, ambos qualificados pela emboscada

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra Edivan Moreira da Silva, conhecido como “Van de Moreira”, por executar com 13 tiros o indígena tupinambá Adenilson Silva Nascimento, conhecido como Pinduca, e por ferir com dois tiros sua esposa, Zenaildes Menezes Ferreira, em maio de 2015 em Ilhéus, no sul da Bahia.

A denúncia foi de homicídio consumado e homicídio tentado,  ambos qualificados pela emboscada, o que dificulta ou impossibilita a defesa da vítima. Além de Edivan Moreira, participaram do crime duas outras pessoas que não foram identificadas. O caso seguirá para apreciação da Justiça Federal, que pode instaurar uma ação penal contra o homem.

De acordo com o MPF, o crime foi motivado por disputa de terras do denunciado com indígenas. Em 2015, Pinduca foi atingido por um disparo de arma de fogo, caindo de joelhos. Ele estava com sua esposa e os três filhos do casal, a mais nova de 1 ano de idade no colo da mãe.

Os dois filhos mais velhos do casal fugiram correndo e a esposa retornou para tentar levantar o marido, mas não conseguiu. Ao se virar para tentar fugir, com sua filha no colo, Zenaildes foi atingida por um tiro na perna direita, o que a fez cair por cima da criança.

Ela chegou a receber outro tiro nas costas e se fingiu de morta no chão. O marido tentou levantar em direção à ela mas foi atingido por mais tiros. Quando ele caiu próximo à esposa, Edivan Moreira disparou mais quatro ou cinco vezes à queima-roupa contra ele. 

A família já era ameaçada por Edivan Moreira. A quebra do sigilo telefônico de Van de Moreira que possibilitou confirmar que ele se deslocou para a zona rural só retornando para a cidade 3 horas após o assassinato. A esposa também o identificou durante o crime, mas não soube dizer quem eram as outras duas pessoas, que estavam encapuzadas. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/campanha-da-samsung-destaca-promocao-para-o-dia-das-maes/
Toda semana, o canal publicará em seu site uma lista com 50 clipes pré-selecionados
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bolsonaro-veta-campanha-do-banco-do-brasil-marcada-por-diversidade/
Diretor responsável foi demitido; presidente não gostou da propaganda
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/me-assustei-alega-assaltante-que-baleou-homem-no-canela-video-mostra-abordagem/
Leandro foi preso nessa quarta (24); ele já responde por furto e roubo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vingadores-ultimato-revela-o-preco-do-heroismo/
Filme encerra saga de 22 longas que já arrecadaram mais de US$ 18 bilhões
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rodoviarios-fazem-assembleia-e-atrasam-saida-de-onibus-em-salvador/
Motoristas e cobradores se reuniram em três garagens do Consórcio Integra
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jaqueline-agradece-ajuda-de-reporter-e-carinho-apos-desmaio/
Ela explicou que sofreu uma síncope e diz ainda que já está bem
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-os-primeiros-episodios-de-reality-de-moda-baiana/
Salvador Fashion Race conta com 10 competidores: cinco estilistas e cinco blogueiros
Ler Mais