Na primeira coletiva desde 2015, Messi defende técnico do Barça

esportes
24.05.2019, 15:22:11
Atualizado: 24.05.2019, 15:33:54
Messi concedeu entrevista coletiva pelo Barça depois de quatro anos (Josep Lago/ AFP)

Na primeira coletiva desde 2015, Messi defende técnico do Barça

Jogador pediu que o treinador Ernesto Valverde continue no comando da equipe

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Pela primeira vez desde maio de 2015 na sala de entrevistas do Barcelona para uma coletiva com a imprensa, o argentino Lionel Messi disse nesta sexta-feira (24), na véspera da final da Copa do Rei contra o Valencia, que fechará a temporada 2018/2019 da equipe catalã, que espera que o técnico Ernesto Valverde siga no comando depois das férias do verão europeu. O craque negou culpa total dele na eliminação nas semifinais da Liga dos Campeões para o Liverpool com a derrota por 4x0 na Inglaterra

"Foi um golpe muito duro, para mim e para os jogadores. Foi difícil levantar e foi fácil perceber isso nos jogos seguintes. Acho que o treinador quase não teve culpa nenhuma nesse jogo, nós é que fomos os culpados. Estávamos precavidos que poderia acontecer o mesmo que com a Roma, no ano passado, e aconteceu. Queríamos muito estar na final e o que aconteceu é inaceitável", disse Messi, em uma concorrida e inesperada coletiva ao lado do zagueiro Gerard Piqué.

"Sempre quis que (Valverde) continuasse. Podem gostar ou não da forma como jogamos, mas no ano passado ganhamos dois títulos e este ano podemos fazer o mesmo", afirmou o argentino, aprovando a continuidade do trabalho do treinador mesmo com as críticas públicas das últimas semanas.

Depois de vencer por 3x0 em Barcelona, no jogo de ida, o time espanhol sofreu um apagão em Liverpool e foi eliminado com uma goleada por 4x0, com direito a um gol do time inglês em uma bobeada geral da defesa catalã em um lance de bola parada em um escanteio. No ano passado, pelas quartas de final contra a Roma, a queda na Liga dos Campeões foi parecida: vitória por 4x1, em casa, e derrota por 3x0, na Itália.

"Nós (Barcelona) somos os culpados. Foi lamentável a partida que fizemos e a imagem que passamos. Se pode passar por isso em um ano, mas não duas vezes seguidas. O treinador terá sua parte de culpa, mas os maiores responsáveis somos nós (jogadores)", comentou o argentino, em suas primeiras declarações depois da eliminação dolorida.

Convocado para defender a seleção de seu país na Copa América, no Brasil, Messi fará neste sábado a sua última partida pelo Barcelona na temporada. Assim como no ano passado, o time poderá fazer o "doblete", como se fala na Espanha, com o título da Copa do Rei se somando ao do Campeonato Espanhol.

"Estamos conscientes de que é uma final e perder o jogo ainda nos deixaria pior do que já estamos, depois da Liga dos Campeões. Temos de acabar a temporada festejando mais um título e, assim, esquecer o que se passou", disse o craque. "No ano passado fizemos o 'doblete' e ele ficou manchado com a eliminação (na Liga dos Campeões). Neste ano podemos fazer outro, com uma mancha maior ainda. Em dois anos perdemos duas partidas que marcaram muito. Apesar disso, o resto foi bom", completou.

Barcelona e Valencia se enfrentarão neste sábado, às 16h (de Brasília), no estádio Benito Villamarín, casa do Betis, em Sevilha. O time catalão, atual tetracampeão, é o maior vencedor com 30 títulos em 42 finais disputadas. O rival, em sua 17ª edição, busca a oitava taça - a última foi em 2008.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/historia-e-solidariedade-marcam-a-primeira-live-do-bloco-ile-aiye/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moda-comunica-mais-que-tendencias/
Representatividade  é o tema desse editorial fotografado e protagonizado por jovens negros
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/e-sofrencia-musicas-de-arrocha-foram-as-mais-ouvidas-pelos-baianos-na-quarentena/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bisneta-de-mae-senhora-inspira-baiana-azul-de-amaralina-conheca-cida-de-nana/
Bel Borba a contratou como modelo para monumento às baianas sem saber de ascendência, que inclui Mestre Didi e uma das fundadoras da 1ª casa de candomblé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/devo-ou-nao-devo-usar-mascara-na-atividade-fisica-eis-a-polemica-precos-chegam-a-r-120/
Tire suas dúvidas e confira 10 máscaras esportivas disponíveis no mercado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bau-do-marrom-o-dia-que-daniela-mercury-superou-britney-spears-em-portugal/
Durante a apresentação de Daniela Mercury no Rock in Rio Lisboa em 2004 falei até na TV portuguesa sobre Daniela
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-quarentena-anitta-lanca-clipe-para-tocame-com-gui-araujo-assista/
Vídeo traz fãs dançando em casa; é a primeira vez que funkeira contracena com namorado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/secretario-do-ministerio-da-saude-destrata-garcom-em-transmissao-ao-vivo-sai-dai/
Élcio Franco falava em medidas de segurança para reabertura da economia quando se incomodou com presença de servidor
Ler Mais