Nadal avança no Torneio de Acapulco e fará semi com Dimitrov

esportes
28.02.2020, 13:33:07
Atualizado: 28.02.2020, 14:03:43
(Foto: Pedro Pardo/AFP)

Nadal avança no Torneio de Acapulco e fará semi com Dimitrov

Contra sul-coreano Soon-Woo Kwon, espanhol perdeu apenas 3 games

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de se ausentar do circuito da ATP após o Aberto da Austrália, havia incerteza sobre o nível em que Rafael Nadal retornaria. Mas ele tem respondido com uma performance dominante no Torneio de Acapulco, no México.

O espanhol, número dois do mundo, avançou, em partida disputada na madrugada de quinta (27) para sexta-feira (28), no horário de Brasília, para as semifinais da competição ao vencer, por 6/2 e 6/1, o sul-coreano Soon-Woo Kwon.

"Falaremos sobre sensações quando o torneio terminar, quando isso acontecer, mas por enquanto estou no caminho certo e melhorando", disse Nadal. "É uma coisa positiva, especialmente depois que fiquei um tempo sem competir. Para mim, era importante vencer partidas para obter ritmo e agora vem o melhor contra grandes jogadores".

"Amanhã (sexta-feira) é um desses dias difíceis, mas lindos porque você sabe que tem de entrar na quadra para desenvolver um bom jogo, se você quiser vencer", acrescentou o espanhol.

Nadal enfrentará agora o búlgaro Grigor Dimitrov, que venceu por duplo 6/4 o suíço Stan Wawrinka, terceiro cabeça de chave no México. Dimitrov foi campeão em Acapulco em 2014. O espanhol está em vantagem de 12 a 1 no confronto direto contra o búlgaro, para quem não perde desde 2016.

"Cada ano é um filme diferente, ele chega com sentimentos positivos porque fez um jogo consistente contra um dos melhores do mundo", acrescentou Nadal. "Vai ser uma partida difícil, como tem de ser, mas é uma partida boa para jogar e lutar. Eu me sinto a cada dia melhor e espero estar pronto para conseguir o que eu preciso para estar na final".

Nadal, que tem 19 títulos de Grand Slams e 84 de torneios da ATP no seu currículo, soma 18 triunfos e 2 derrotas no México e busca sua terceira conquista do evento, que ganhou em 2005 e 2013.

A partida entre Nadal e Dimitrov deve começar por volta da 1 hora de sexta (28) para sábado (29). A outra semifinal de simples em Acapulco será entre os norte-americanos John Isner e Taylor Fritz.

Também na próxima madrugada, o brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot vão entrar em ação pelas semifinais da chave de duplas do evento mexicano contra os sérvios Nikola Cacic e Dusan Lajovic.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas